Férias em modo off

Estas férias estão a ser diferentes de todas as que já fizemos desde que temos as miúdas. A festa das Bodas de Ouro dos tios ditou que o início fosse na aldeia dos avós - Sarnadas de S. Simão! Aldeia dos meus pais, na qual passei grande parte da minha infância e adolescência, de onde tenho memórias inesquecíveis, tanto dos momentos passados com a família (do pai e da mãe), como com o grupo de amigos que connosco aproveitou o melhor das férias de verão. Agora chegou a altura de criar novas memórias, na companhia das minhas filhas, para que também elas conheçam a alegria de uma infância pura, livre e cheia de aventuras! 
Quando se chega entra-se em modo off, obrigatoriamente, já que na aldeia a rede móvel é escassa e para quem tem meo, como nós cá em casa, não existe de todo! As novas tecnologias ficam bem fundo nas malas de viagens, esquecidas e inúteis para dar lugar aos chapéus na cabeça e ténis nos pés. No começo até se estranha, tal é o vício de olhar para o telemóvel de 5 em 5 minutos, não vá ter uma mensagem no whatsApp ou um alerta do Facebook. Mas depois de se perceber que o estado "sem rede" não se altera, começa a sensação de liberdade, de aproveitar as conversas sem os dedos ocupados, de jantar sem telemóveis na mesa, de olhar a paisagem sem a selfie para o instagram - desfrutar de tudo como já nem me lembrava ser possível. 
Abençoadas Bodas de Ouro dos tios que nos "obrigaram" a esta viagem que tão bem nos soube e que tanto nos deixou para sempre recordar. O reencontro de toda a família Dias foi um momento único e muito provavelmente irrepetível que vai ficar para a história! Foi um dia repleto de emoções, de encontros, de abraços, de histórias e memórias do tempo que já foi e do tanto que está por vir. A avó Luz tem a bênção de já contar 20 netos e outros tantos bisnetos, uma família grande e que felizmente se mantém unida.











Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque é preciso haver quem faça

Estamos prontas!

Os amigos são a família que escolhemos