O milagre chamado Constança José

Há quem diga que as amizades têm prazo de validade mas eu tenho a sorte de ter várias com o estado decretado como vitalício. Podemos estar mais ou menos tempo sem nos vermos mas a afinidade nunca se perde, os assuntos não acabam, o abraço apertado e sentido é reciproco. O Fernando e a Paula José fazem parte deste grupo de amizades vitalícias. A amizade nasceu cedo, através das minhas irmãs e do coro, mas sobre isso até já falei aqui. Hoje o que venho partilhar é a história, na 1.ª pessoa, do nascimento da Constança José. Estivemos grávidas juntas, ambas recebemos a notícia com muita alegria e surpresa também! Lembro-me como se fosse hoje de estarmos a trocar mensagens, eu para lhe dar a minha grande novidade e, qual não foi o meu espanto, quando recebo de volta a mesma notícia! Foi uma verdadeira explosão de alegria, por eles, por nós, pela coincidência, pelo dom da vida e Graça de Deus. Tínhamos poucas semanas de diferença, sendo suposto que as nossas filhas - ambas meninas - nascessem em agosto. O destino juntou-nos na alegria da maternidade mas, pelo meio, pregou um valente susto a esta família que amo de coração e em julho, às 33 semanas, a Constança "teve" de nascer. Foram semanas de angústia, as que antecederam o nascimento e as tantas que se seguiram até a Constança ter alta da neonatologia do HSM. Mas felizmente esta é uma história com final feliz, que há tanto tempo tinha pedido à Paula que partilhasse comigo, para poder partilhar aqui como um exemplo de coragem, de determinação e de fé. O texto chegou hoje, minutos depois de saber que a minha sobrinha/afilhada está enorme e de boa saúde na barriga da mana Sandra. Quando tudo corre bem damos Graças a Deus; quando as surpresas menos boas nos apanham, levantamos a cabeça e seguimos em frente crentes de que Deus sabe o que faz. Obrigada querida amiga por este texto que me deixou verdadeiramente emocionada, pela intensidade e pelo tanto de ti que partilhas connosco. Muito obrigada do fundo do coração! És um exemplo de coragem e fé na minha vida!!!

Ter um bebé prematuro pode ser semelhante à sensação de sair de um comboio em andamento. Não era aquela a paragem prevista, o impacto de cair no solo é abalador, não houve sequer tempo para agarrar as malas (tanta coisa que faltava ainda preparar) e certamente faltava parte do caminho onde se contemplaria a paisagem, se sonharia com o destino final e se fariam os preparativos para a chegada do bebé. Nada disso é habitualmente feito com um prematuro. 
Como se alguém nos empurrasse, saímos dos carris. E o destino de sonho com que sonhámos, o bebé lindo e sorridente que adivinhámos ao ler os blogs, catálogos de roupa, grupos de facebook e afins, chega-nos em forma de um bebé muito pequeno, frágil, envolvido em fios, vedado dos nossos braços por um berço de vidro fechado. O bebé já não mora na barriga, mas não ocupou o seu lugar devido. Ter um bebé prematuro é ter um colo vazio. É amar à distância. Adiar o encontro. É fazer do tempo um escoar lento de segundos em que se espera... Espera-se o que o neonatalogista vai dizer, o que as enfermeiras vão dizer, o que os resultados vão dizer... enquanto o coração se silencia e aguarda. A mãe cuida. A mãe embala. A mãe alimenta. A mãe beija e cheira. A mãe protege. 
Os mandamentos da maternidade ficam adiados numa neonatologia. Mas mesmo nessas condições, a mãe cumpre o mandamento maior: a mãe ama. E nesse amor, espera. Até ao dia em que lhe é permitido encher o colo, o corpo, o coração e todos os sentidos, no momento em que a enfermeira lhe pousa o bebé nos braços. Um momento de cada vez, um fio a menos, um olhar aberto, um resultado positivo... os dias passam e a esperança reconstrói-se. O pai, tantas vezes o pilar da serenidade e de otimismo, cala para si os mesmos medos da mãe. Pai e mãe oscilam muitas vezes, entre as mãos dadas num abraço a dois à incubadora e um distanciamento de quem vive de formas distintas (homem e mulher) a mesma dor. 
Após um percurso que pode ser de dias, semanas ou meses, a porta do hospital fecha-se e os pais abrem a porta de casa ao seu bebé. Poder-se-ia respirar fundo de alívio e pensar que o livro da prematuridade ficaria por ali, que tudo ficaria guardado num álbum de fotografias, mas esta pode ser uma viagem demorada. Os bebés prematuros enfrentam elevados riscos de complicações a vários níveis, nomeadamente no seu desenvolvimento motor e intelectual. E ao trazer o filho para casa, os pais trazem também um coração apreensivo, muitos medos e inseguranças, muitas dúvidas e incertezas. Como lidar com o bebé, como promover o seu desenvolvimento, como avaliar os sinais de alerta, como gerir os sentimentos. 
Muitos são os desafios que o regresso a casa implica. E para além das consultas de rotina, os pais destacam frequentemente a necessidade de orientações, de avaliação e de recomendações para cada etapa do desenvolvimento. É portanto essencial que as respostas ao bebé prematuro sejam igualmente dadas aos pais, também prematuros. Para que, mesmo saindo numa paragem antecipada, mesmo mudando a rota do percurso, a viagem seja o mais perfeita possível.

A minha filha esteve 45 dias nos cuidados intensivos, teve alta no dia em que eu e o pai fizemos 16 anos de casados, durante quase um ano foi dependente de oxigénio suplementar, resultado de uma displasia bronco pulmonar, fez medicina física de reabilitação durante 3 anos, 2x por semana, foi seguida mensalmente na especialidade de neonatologia e pneumologia, hoje faz unicamente consultas de rotina.


Um bebé pode nascer prematuro por variadíssimas razões, a mãe carrega sempre uma grande culpa…eu fui submetida a uma cirurgia (laparotomia) às 23 semanas de gravidez, tinha um tumor no ovário, pelas manobras da cirurgia tive rotura da bolsa e fiquei internada até ela nascer com 33 semanas.

Agradeço ao meu bom Deus por nunca me ter deixado ir abaixo, por ser o meu companheiro de dia e de noite sem nunca mostrar cansaço e por todos os que rezaram por nós, sei que foram muitos e em vários lugares… à minha filha Constança por nunca ter desistido, por ter lutado com todas as suas forças…ao meu marido que sempre me apoiou, o meu maior suporte…ao meu filho que nunca me disse: “tenho medo” (e tinha muito)… à minha mãe que me acompanhou sempre e até hoje…aos meus familiares e amigos de uma forma geral, sem eles tudo teria sido bem mais difícil… por último mas não menos importante, a toda a equipa do HSM a quem devo a minha vida e a da minha querida filha, tenho-os sempre presentes na minha vida e no meu coração.

Devia-te isto Telma!
Um beijo enorme de quem te admira e gosta muito de ti,

Paula José


P.S.: Amiga não me passou despercebida a forma como numa linha apenas referiste maldito tumor no ovário. Para mim define o tanto que és como pessoa e como mãe. A capacidade de dar a vida pela tua filha (literalmente!), de esqueceres os teus problemas e angústias por um bem maior... é algo que não se explica... obrigada mais uma vez pela partilha. 

Nem sei que título dar a isto...

Hoje quando cheguei fiz a pergunta habitual: 
- então meninas que tal o dia?!
Resposta da Constança em tom lamechas:
- o meu não correu lá muito bem... não sei o que se passou mas estive sempre a sentir-me cansada... parecia que tinha muito sono...
- a sério?! Mas sentiste isso o dia todo? 
Constança, com igual tom de queixume:
- por acaso não... só passava nos intervalos. 
Eu: ahahhahahaha 
Ainda me estou a rir só de me lembrar do tom dela, do ar sério e sofrido com que disse isto, completa e genuinamente sincera. Sou fã desta miúda! Todos os dias, um bocadinho mais. 

Momentos únicos

Gosto tanto de casamentos e baptizados, não pela festa mas pelo momento da cerimónia em si. Sou excepção, tenho noção! Mas a verdade é que não há casamento ou baptizado que vá que não fique de lágrima no olho no momento dos votos ou da bênção. Fico emocionada pela solenidade do momento, pelo sonho que as pessoas estão ali a cumprir, pela beleza das palavras que ditam um compromisso, que  pelo menos aos olhos de Deus, é para a vida. São momentos únicos que ficam para sempre! Depois a festa ajuda a dar asas a esta celebração e estar em família/amigos sabe sempre bem mas para mim perder o momento da igreja está fora de questão. Este fim de semana assistimos ao casamento de uma prima do Hugo, que juntou o casamento ao baptismo da filha de 4 anos, sendo que o padre fez questão de tratar como 2 celebrações distintas, com os noivos a descerem do altar após o casamento, para tomarem o lugar de pais no Baptismo da sua filha. Para mim só faltaram os cânticos, que cerimónias destas sem coro não são a mesma coisa... mas preciosismo meu, da minha ligação forte à música e aos anos de coro no igreja! A festa correu bem, com muita conversa, risada e animação surpresa dos noivos, que abriram a pista com uma dança a 2 com o vestido da noiva a revelar-se um 2 em 1! Muito giro. Fiquei muito feliz pela prima Marisa que finalmente cumpriu o sonho de casar e que conseguiu reunir a família neste dia especial. Que continuem a ser muito felizes!!!

A tarde esteve óptima e soube mesmo bem aproveitar o espaço ao ar livre, super agradável para adultos e crianças.

O tema das mesas eram as princesas Disney! As miúdas adoraram ficar na mesa da Aurora, já o primo Matias... dispensava ;)

O Hugo sentiu falta da barba mas compensou na conversa! Chiça homem sociável!!!

A Constança adora festas mas a sua resistência é muito curta... às 22h já só queria ir dormir! 

Espetacular!

Esta foi a 1a semana completa da Constança no 1o ano. Não posso ir dormir sem fazer o balanço destes dias cheios de expetativas, com tantas novidades, mil descobertas e curiosidades. Dela e minhas. Todas as noites conversávamos sobre o dia e o brilho tímido de 2a foi crescendo até ao esplendor de hoje, com um autocolante "espetacular" ao peito oferecido pela professora pelo balanço perfeito deste começo. Rezo para agradecer cada brilho nos olhos da minha menina que começa agora o seu trabalho de aprendizagem; para agradecer o entusiasmo que cresce bem fundo do seu coração; para dar graças por estar na escola que sonhámos, com a mana, o tio e as amigas sempre por perto; para pedir que a excitação das descobertas se mantenha ativa e que a ajude a superar cada desafio com a determinação que lhe vou conhecendo. Espero também eu estar à altura para que esta aventura continue a ser mágica! Hoje trouxe a mochila cheia com os livros novos e o caderno com o primeiro TPC. Vibrei tanto quanto ela!!! Não de forma tão plena porque sei que este entusiasmo pode não durar para sempre... mas sorte a nossa que temos a prof  Andreia a pequenos passos de nós e que nos irá valer em momentos de dúvida, de cansaço ou de simples frustração. Para já é aproveitar o momento e acreditar que tal como a 1a semana este ano vai ser espetacular!!! 


Parabéns minha TÃO querida amiga!

A Inês é uma das "minhas" pessoas, tão próxima que me conhece melhor do que eu própria! Sempre disponível para os outros, com uma capacidade de organização e logística impressionante e uma cozinheira e dona de casa nota 10! Acompanha-me nos bons momentos, sempre com sugestões e ideias práticas para me descomplicar a vida e nunca me falta quando preciso do que quer que seja. Ouve e opina como ninguém, sempre com a capacidade de se pôr no meu lugar para me conseguir ajudar da melhor maneira. Falamos quase todos os dias e quando está em fase mais atarefada, sinto-lhe sempre a falta. É como uma irmã para mim, com quem me aconselho, converso só porque sim, desabafo ou digo disparates só para ouvir "tás parva?!" É de uma generosidade do tamanho do mundo, com um coração mole e lágrima fácil como ninguém. Gosto dela assim, um pilar na minha vida, a quem confio as minhas filhas como se fosse uma tia de sangue. Quem me ensinou, e ensina a cada ano, que os amigos são a família que escolhemos. Muitos parabéns minha querida amiga e comadre! 


Ser Madrinha é uma benção!

A minha mais recente sobrinha ainda não nasceu, ainda não tem nome certo, ainda não nos conhece a cara mas já tem os padrinhos escolhidos! Foi com enorme emoção que recebemos a notícia de que para além de tios seremos padrinhos de mais uma menina Peres! Eu, a Andreia e o João já estamos convocados para a missão de a amparar na fé, de lhe mostrar caminhos e de lhe segurar a mão nas suas escolhas. Já o faríamos como tias e tio mas temos assim um vínculo acrescido para com esta menina que ainda não conhecemos mas que já tanto amamos! Obrigada maninha e cunhado pela honra. Sem duvida que a vida nos ensina que a família é o pilar das nossas vidas, é quem mais nos conhece e aceita tal como somos e nos ajuda a ser pessoas melhores a cada dia. Cá estaremos sempre, Um por todos e Todos por um!!!


Cada vez melhor!

Ter espaço para receber família e amigos sempre foi um dos nossos objectivos e felizmente que o conseguimos alcançar! No terraço lá de casa cabemos todos e aos poucos temos conseguido fazer melhorias para que o espaço fique cada vez mais agradável. Depois de anos de tentativas em manter a relva viva e apresentável, desistimos e temos agora relva sintética que não precisa de rega, nem de manutenção! Demorou, deu trabalho, requereu investimento mas finalmente está com outro aspecto! Obrigada ao mano e aos amigos de sempre pela ajuda na concretização desta grande obra de melhoramento do condomínio. A tarde de descanso provou que o esforço valeu mesmo a pena. É com todo o gosto que recebemos a família e os amigos neste nosso espaço, que queremos que sintam também como vosso.




De chorar a rir!

Não sou grande fã de comédias românticas mas também não posso ser sempre eu a escolher o filme. Agora até estamos em maré de sorte que o cartaz tem muitas opções e para todos os gostos! Há comédia, ação, drama... bons filmes com excelentes atores. Mas temos de fazer opções e saber viver com a escolha da maioria - O bebé de Bridget Jones. E posso dizer-vos que na minha opinião bate os anteriores aos pontos! Muito engraçado, com partes de levar à dor abdominal de tanto rir!!! 
Meninas, não podíamos ter recomeçado estas nossas sessões de melhor forma! Que venham os próximos (Ben-Ur; O milagre no rio Hudson; Mechanic).



Mais 1 dia para a história. Aquela que é a nossa

O 1.º dia de aulas é um momento único na vida de qualquer criança. Acho que é a partir daí que as memórias começam a ficar gravadas com maior nitidez. Apesar da rotina da manhã ter sido igual a todas as outras, confesso que o meu coração bateu mais acelerado. Olhei para a Constança mais do que o habitual para ter a certeza que fica para sempre na minha memória e no meu coração o seu sorriso de entusiasmo por começar esta nova etapa da sua vida. Feliz com a nova e enorme mochila; curiosa para conhecer a sala, a professora e os novos colegas; ansiosa para pôr as mãos ao trabalho, para experimentar o material novo e começar a aprendizagem que tanto anseia - saber ler e escrever! 
Também para a Carlota está a ser dia de estreia, na escola que já vai conhecendo mas agora na sala da pré, com os meninos da sua idade (no ATL só queria brincar com os crescidos!), com uma nova educadora que terá a ingrata missão de superar a educadora Catarina do colégio, de quem tanto gostava. 
É por isso que o dia de hoje, incrivelmente a 15*, vai ficar na nossa história por ser um dia especial nas suas vidas, mas também nas nossas, que sonhamos tanto com e para elas! Acredito que será o começo de uma nova fase cheia de alegrias e excelentes conquistas! Boa sorte minhas lindas princesas* :)




Para quem não acredita em coincidências da vida, então vejam só: tanto a Constança como a Carlota nasceram no dia 15; começam ambas uma nova fase precisamente no mesmo dia, na mesma escola; para além disso, estão na escola cuja imagem é nada mais, nada menos do que uma princesa e um príncipe! Desenhos concebidos, ironia do destino, pela professora com quem a Constança ficou. A fã do desenho e da pintura está sem dúvida nas melhores mãos! Boa sorte princesas do meu coração!!!!

Ena... o 1.º a chegar aos 40!

Não tem nada ar de quarentão mas a verdade é que o primeiro a chegar aos 40 é nada mais, nada menos do que o Sandro! Agora com o novo corte de cabelo fica com ar mais sério mas nem por isso com ar de pessoa (muito) crescida! Continua com o mesmo sentido de humor, a mesma energia para as ondas e a mesma paciência com para tudo na vida, incluindo a mana Sandra (ahahahah!)
Este ano está a ser especial com a chegada de mais uma miúda para lhe azucrinar o juízo por isso a entrada nos 40 vai ficar para a história! Pelo sim, pelo não, o meu presente não vai deixar que a data passe despercebida...

JÁ FIZ 40 ANOS

Que continues a quebrar regras e que te mantenhas com a calma que todos te admiramos! Que alcances também os teus sonhos e que nunca deixes de acreditar que a idade é só um número. Que os 40 te tragam muitas alegrias, novos desafios e conquistas, poucas melgas (private joke!!!) e muitos sorrisos junto das miúdas que te amam e da família que te adora. Parabéns!!!!!!!!!!


E finalmente... PARABÉNS CARLOTA!

Férias em modo off têm o reverso da medalha... sem mensagens, sem telefonemas, sem comunicação e sem partilhas! A festa fez-se na mesma, com a Carlota super feliz por finalmente fazer 4 anos e a sentir-se um pouco mais crescida, completamente indiferente ao local do aniversário, mas completamente feliz por ter a família de volta dela. Este último ano foi sem dúvida o mais desafiante das nossas vidas em família com grande contributo da fase de afirmação da Carlota... foi neste ano que aprendeu a expressar-se como gente (ainda não muito crescida mas já se percebe!), que conseguiu ganhar autonomia nas rotinas do dia-a-dia, que começou a dormir a noite toda - apesar de ainda demorar a adormecer... basicamente deixou de ser um bebé para ser uma criança que já tem opinião - a maioria das vezes muito vincada - que gosta de participar e ajudar mas que também gosta e precisa de muita atenção. Também foi neste ano que começaram as crises das febres mensais, o que contribuiu para uma preocupação crescente que se mantém mas que começa a ser gerida com maior tranquilidade. Aprendemos muita coisa neste ano, a mais importante - conseguimos superar-nos sempre que precisamos, sempre que acreditamos, sempre que amamos. Juntos conquistámos este ano de luta, de desafios, de barreiras e obstáculos. Também juntos continuamos a acreditar que nada é impossível! O balanço do último ano é duro mas o balanço final dos 4 é maravilhoso!!! Fomos (somos) abençoados com a Graça de ter 2 filhas lindas, super amigas, muito carinhosas e que nos enchem de orgulho. A Carlota continua a surpreender-nos desde a sua chegada até a cada novo dia. E é essa a beleza da vida. Parabéns à minha reguila de eleição, que consegue tudo o quer seja pela insistência/persistência, quer pelas suas longas pestanas a que não consigo resistir... 
Partilho o vídeo com o resumo da chegada aos 4 anos e o do dia de anos.






O que tem de ser...

Tem muita força, já diz o ditado. O Simão desde cedo teve a paixão pelo futebol e começou logo aos 4 anos no universo dos treinos e torneios e jogos a valer. Os resultados não podiam ser melhores, com o convite para ser jogador do Sporting!!! 
Já o Duarte experimentou outras modalidades e apesar de se sair muito bem no karate, prefere o futebol e começa este ano mais um novo desafio. 
Como madrinha não podia estar mais orgulhosa destes 2 petizes! Quem sabe se os 2 ainda se tornam em jogadores profissionais e me deixam o papel de R.P.!!! Que os vossos sonhos continuem a voar bem alto!!! Eu cá estarei para o que for, com ou sem estrelato, pronta para os gritos de incentivo. Boa sorte jogadores do meu coração!!!


Origens

No mesmo ano conseguimos a proeza de visitar as aldeias dos avós! Avó paterna: Montes Claros - Nisa; Avô paterno: Bárrio - Ponte de Lima; Avós maternos: Sarnadas de S. Simão - Castelo Branco. Locais que nos dizem tanto e que tão boas recordações renovamos agora com as nossas filhas. Visitas sem dúvida a repetir! 

Amizade

As amigas de verdade são aquelas que estão lá sempre quando mais precisamos, mas também quando simplesmente nos apetece sair para apanhar ar. São as que podemos passar dias, semanas, meses sem ver mas que no primeiro segundo a conversa flui. São quem nos percebe mesmo sem termos de explicar com detalhes. São as que nos dizem o que precisamos de ouvir, não o que queremos ouvir. São quem nos faz rir e quem nos deixa chorar. São quem ama os nossos. São quem acredita que a amizade é tão importante como a família. São pessoas que fazem a minha vida ainda mais feliz. Tenho a sorte de ter várias amigas que são isto tudo e ainda mais. Esta tarde de praia espelha bem o quanto a nossa amizade nos faz bem! Programa a repetir 💖






Ufa... Que alívio!

Só hoje tive a confirmação que a Carlota entrou MESMO na pre da escola da Constança! Desde o dia 29 que tinha um peso gigante no peito, quando vi que o nome dela não constava da lista dos admitidos na pre-primaria. Ficaram promessas mas nenhuma certeza por isso só hoje, quando o telemóvel tocou e ouvi do outro lado a frase: a vaga da Carlota está assegurada - é que descansei. Passei o mês de agosto sempre com esta preocupação, por um lado certa de que tinha todos os requesitos e por isso a vaga ia "aparecer"
mas por outro sem a garantia de que se confirmasse ou de quando a situação ficaria resolvida. Finalmente hoje respiramos todos de alívio! Será um novo começo para todos cá em casa, com novidades tanto na aprendizagem de cada uma delas como na logística do dia a dia! Estamos confiantes que será uma mudança para melhor a todos os níveis e que nos "livra" de preocupação com matrículas e vagas pelo menos nos próximos 4 anos!!!!! 

Festas que ficam no coração

No ano passado fomos pela primeira vez às festas de Viana do Castelo e ficámos fãs! Repetimos a viagem e o balanço é mais do que positivo, sempre com a sensação de que vale cada km percorrido. Este ano, com as miúdas mais crescidas ainda deu para aproveitar melhor, sobretudo à noite com as diversões todas da feira, o fogo de artifício e ver fazer os tapetes nas ruas com sal. Foram 3 dias muito preenchidos, muito intensos e na melhor das companhias! Muito obrigada queridos tios, que mais uma vez nos receberam cheios de entusiasmo. Próximo ano lá estaremos! Viana é mesmo uma terra que fica no coração...