Mensagens

A mostrar mensagens de 2017

Ainda é Natal

Imagem
O Natal não é só a noite ou o dia. Chega a ser mais do que um mês, entre os preparativos, os encontros, as festas, os programas, os jantares e os lanches, todos com o pretexto do Natal. É por isso que gosto tanto desta época do ano, que não se resume a um jantar em família, antes uma sucessão de encontros, de celebrações, de momentos especiais que fortalecem relações. É o chamado "tempo de qualidade" que se encontra para estar com quem gostamos. A tarde de hoje, na Vila Natal de Cascais, foi sem dúvida tempo de qualidade em família! Que o novo ano nos reserve muitos momentos como este.

Boas Festas!

Imagem
2017 foi um ano especial, cheio de datas importantes, de viagens memoráveis, de acontecimentos que ficam para sempre na nossa história. Um mini resumo de um ano pleno de emoções, de alegrias, de festas mas também de perda. Mais um vídeo que nos lembra que juntos somos mais fortes. Boas Festas a todos!!!!

Natal é família

Imagem
Este ano a noite de Natal foi diferente, em casa da mana mais velha para uma reunião de família alargada. Casa cheia, mesa farta, jogos divertidos e a revelação dos amigos secretos. Somos muitos, fazemos barulho, conversamos alto e rimos mais alto ainda... à meia noite cantamos a música que simboliza as nossas raízes, ouve-se a campainha tocar para a chegada dos presentes do menino Jesus nascido. Há gritos de alegria, muitos abraços apertados e surpresas reveladas, numa sucessão de acontecimentos que nos preenche a noite, a alma e o coração. O Dia de Natal foi com o clã Vaz, num almoço-lanche-jantar que nos mantém à mesa sem pressas, num convívio que se vai arrastando sem noção do tempo passar. Um registo bem mais tranquilo, perfeito para equilibrar energias! Obrigada família Peres Vaz por manterem esta nossa tradição tão cheia de alegria e tão cheia de sentido. Para mim este é o verdadeiro sentido do Natal.





Para balanço de ano, de vida

Imagem
Talvez um dos melhores documentários dos últimos tempos. Uma reflexão obrigatória para todos. Para pensar e repensar tanta coisa... num mundo cheio de evoluções e novidades tecnológicas, o sentimento básico e simples da felicidade é desconhecido de tantos. Verdadeiramente impressionante...

Family day!

Imagem
A contagem decrescente está quase, quase a terminar. Impressionante como estas semanas passaram depressa! O calendário do advento está a correr lindamente, instalando uma nova rotina nas nossas manhãs. Domingo a mensagem dizia que o programa ficava ao critério das pequenas e a escolha não podia ter sido melhor: uma ida à praia, num dia de sol de inverno! Gostamos muito da praia de S. Julião, para os lados de Mafra, pela tranquilidade que transmite mas também pelas bolas de berlim maravilhosas do café em cima da praia! Que venham mais programas destes, que aquecem a alma.



Oficina culinária em casa e na escola!

Imagem
Os melhores presentes são sempre aqueles feitos com o coração. Em casa fizemos cupcakes de natal, para oferecer às professoras e a todos os monitores. A receita é super simples e a distribuição também, numas formas muito giras que encontrei meio ao acaso! Juntei os saquinhos que tinha lá por casa, que por acaso eram de feitios diferentes + um fita natalícia + um cartão de identificação do remetente e do destinatário. Fizemos 14 numa fornada só e conseguimos organizar tudo num belo serão em família, com uma linha de montagem muito bem coordenada. O resultado final deixou-nos orgulhosas!
Também na escola tiveram uma oficina de bolachas de Natal, muito bem conseguida pela coordenação entre todas as equipas. Partilho a receita porque para além de ser uma atividade muito gira para fazer em família, os miúdos adoram e, acreditem, o resultado fica mesmo delicioso!!! 




Parabéns Mãezita!

Imagem
Todos os anos são especiais e em todos mereces o carinho de quem te rodeia. Mas este ano mereces ainda mais. Foi um ano cheio de provações, com o último adeus à nossa querida avó Luz ainda tão fresco nos nossos corações... mas foi também um ano com muitas alegrias, com a chegada da nossa Frederica, que veio acrescentar uma boa dose de felicidade às nossas vidas. Os meses que tiveste a casa cheia foram os teus preferidos do ano, bem sabemos porque é assim que gostas de te sentir: rodeada pelos teus, a quem te dedicas de corpo, alma e coração. És uma força da natureza, com super-poderes que me enchem de orgulho e admiração! Desejo que a vida ainda nos reserve muitos e longos anos juntas. Amo-te muito querida mãe!

Natal é Natal

Imagem
Esta continua a ser a minha época preferida do ano. Os planos nem sempre se cumprem como previsto... mas Natal é Natal e há tradições que são para cumprir. Entre elas a troca de prendas dos Amiguinhos, como lhe chamámos, que mais não é do que um lanche de Natal entre amigos, em que os mais pequenos, os nossos (muitos) filhos, trocam presentes entre amigo secreto. Nos últimos anos tem sido lá em casa e apesar deste ano não ter conseguido preparar tudo como idealizei... a tradição cumpriu-se na mesma! Queria ter feito um vídeo, como todos os anos... um mimo de Natal por família, como fiz no ano passado com as receitas... umas decorações especiais e ainda ter testado umas especialidades de Natal para o lanche partilha. Não fiz nada disto, por força das circunstâncias mas foi bom perceber que afinal o mais importante esteve lá - o ambiente de partilha, as conversas entre amigos, as brincadeiras e correrias dos miúdos. Prova de que não precisamos gastar energia com detalhes quando o essen…

Na hora do adeus...

Imagem
Por mais que tudo seja lógico e racional, o momento da despedida custa sempre. Por mais previsível que seja, o último adeus é terrível. Saber que nunca mais nos vamos ver, nos vamos abraçar, nos vamos ouvir, nos vamos olhar... custa horrores. A vida é um ciclo e a morte faz parte dela. Sei disso mas mesmo assim, e apesar de tudo, o peso no peito é fundo. Saber que ficam as saudades e que as saudades são tão tramadas, que ficam e apertam para sempre, custa ainda mais. Aparecem quando menos se espera, quando achamos que as lágrimas já foram todas. Teimam em espreitar quando algo familiar nos desperta uma lembrança, uma memória, um vislumbre de algo que vivemos e que guardámos no baú das recordações. Foram 95 anos de vida, 35 da minha, que a soube ali, por ali, sempre lúcida e perspicaz. Foi um privilégio conhece-la e tê-la por perto nestes últimos anos de vida, apresentar-lhe as minhas filhas e vê-la chorar de emoção sempre que lhes conhecia uma graça nova. Foi uma vida cheia, dura e c…

Parabéns Nuno!

Imagem
O amigo, cunhado, compadre e vizinho, precisamente por esta ordem na minha vida, faz anos hoje e merece uma mensagem especial de parabéns! Tem sido um marido e pai incrível, cheio de paciência com os entusiasmos da mana e de uma dedicação brutal com os jogadores da bola que moram no meu coração. Espero que a vida continue a trazer muitos sorrisos, muitas alegrias, muitas aventuras e muita saúde! Parabéns querido Nuno

Calendário Advento 2017

Imagem
A 1.ª semana do Advento já está aí e para entrar no espírito preparei as caixas-mensagens com a contagem decrescente até ao Dia de Natal! As caixas, feitas a partir de rolos de papel higiénico, são as mesmas do ano passado, só renovei as etiquetas do dia e fiz novas mensagens-desafios. Mantive a simplicidade das acções, com tarefas muito concretas porque, do balanço da experiência do ano anterior, percebi que coisas mais abstractas não são (ainda) muito fáceis de perceber e depois perde a graça. Dizer que é dia de fazer uma boa acção soa bem mas tem de ser concretizado com algo prático, como "dia de escolher um brinquedo para fazer uma criança feliz!".  Há imensas sugestões por essa internet fora, incluindo os tradicionais chocolates ou mini-brindes mas que, só por si, não tem a ligação que me parece ser o mais importante no calendário do Advento - ser algo que possamos fazer em família! Para mim toda a envolvência, desde este trabalho de preparação, da escolha das etiqueta…

Aberta a época de Natal

Imagem
Quando se começa a ver enfeites de natal a cada esquina, com pais natal a passear pelo shopping, não há como escapar à montagem da árvore de natal lá em casa. E a verdade é que só fico à espera do primeiro pretexto para lançar o desafio ao Hugo, que tem sempre a nobre tarefa de levar um dos sofás para o andar de cima para que a nossa querida e espaçosa árvore caiba na sala... ontem reuniram-se as condições perfeitas e com a ajuda dos tios João e Nuno lá trocaram a ordem das coisas, e a pedido da Constança, experimentámos uma nova logística. É bom quando se consegue ter alternativas, mesmo que não sejam tão funcionais como o "estado-normal" da sala, mas é caso para dizer: a ocasião merece! Ficamos com menos espaço aberto mas ganhamos áreas mais definidas entre a zona de comer e a sala de estar, que assim fica com um ar mais acolhedor. Tendo em conta a duração da época nem vamos ter tempo para nos habituar, até porque as próximas semanas prometem uma sucessão de festas e enco…

Wooowwww

Imagem
Escolho sempre jogos difíceis, daqueles que é sofrer até ao apito final, apesar disso tive a sorte de conseguir o que pedi: um golo do Simão mesmo, mesmo antes do jogo terminar. Tive de engolir as lágrimas de emoção quando o vi correr direito às bancadas para festejar. Pela emoção do jogo, pela alegria de o ver vencer, pelo amor que tenho por ele desde o momento que nasceu. Fico feliz por vê-lo construir um sonho que tem desde que sabe andar. É um talento natural que tem sabido trabalhar com dedicação e empenho e quando isso acontece os resultados saltam à vista. O destaque na página dos jovens promessa futsal enche-me de orgulho! Que o percurso continue cheio de sucessos! Estarei sempre nas bancadas, nas vitórias e nas derrotas, no futebol ou fora dele.

(golo do Simão no minuto 1:39)

Quando a morte espreita...

Sabemos que um dia acontece mas tentamos não pensar (muito ou nada) nisso. Não estamos preparados para a morte, nem para o seu anúncio. Preferimos focar a atenção nos problemas, nas doenças, nas rotinas, nos porquês mas nunca, ou muito raramente, paramos para aceitar o inevitável. Seja pela doença, seja pela idade, seja pela força das circunstâncias, por tudo ao mesmo tempo ou simplesmente por uma fatalidade, consegue sempre, e ainda assim, chocar. É assunto tabu, sobretudo com as crianças, que vivem cada vez mais em bolhas que os levam a viver uma vida sem sacrifícios sentidos, sem angústias sérias, sem contrariedades - todas absorvidas pelos pais que na vã tentativa de os proteger de tudo o que magoa, de tudo o que dói bem fundo, de tudo o que deixa marcas, os transformam em pessoas que se acham invencíveis e indestrutíveis, qual super-heróis. Que os leva a dar tudo por garantido, incluindo o bem mais precioso que todos temos - a vida. Acham que os avós, os pais, os tios, os amigos…

Reclamação - Metro de Lisboa

Só quem anda de metro perceberá o verdadeiro tom de desespero destas reclamações. Já perdi a conta dos e-mails que enviei, com conteúdo muito semelhante embora escritos em dias diferentes. Estou simplesmente FARTA! A quantidade de desabafos e reclamações que todos os dias ouço faz-me sentir ainda mais irritada porque o tempo passa e a situação só piora. Hoje dizia uma senhora, já com alguma idade e com grande sabedoria, que o mal é que nos habituamos a tudo. Mas BASTA! Não temos de nos habituar a pagar sem reclamar, nem tão pouco a aceitar serviços sem qualidade mínima só porque sim. Querem uma cidade com menos carros e não têm transportes a funcionar?! Querem atrair turistas e ser uma cidade na moda mas oferecem um serviço de transporte miserável?! Querem garantir a sustentabilidade da empresa, com o aumento do valor dos passes todos os anos, sem qualquer investimento/garantia de qualidade no serviço que prestam?! Querem aumentar a rede do metro, sem assegurar que a actual funcione …

Agenda 2018

Imagem
Sei que estamos em novembro, que o ano novo ainda demora umas semanas a chegar. Mas a verdade é que já há muitos planos, muitas datas importantes a registar em 2018! Batizado da Madalena - a minha mais pequena afilhada; o 1.º ano da Frederica - a minha afilhada pequena; os aniversários de todos os outros afilhados, do Simão, da Leonor, da Maria Francisca; os 8 anos da Constança, que já fala nos planos da festa como se fosse acontecer na semana que vem!; a 1.ª comunhão do Duarte de quem sou madrinha com o Hugo; os 6 anos da Carlota e a entrada no 1.º ciclo! Mas antes ainda é preciso olhar para o calendário das interrupções deste ano lectivo, e pensar em férias e mini-férias e em programas e saídas que adoro planear. Podem até não acontecer mas pensar na possibilidade deixa-me feliz. Fazer planos deixa-me entusiasmada, faz-me pensar em mim e nos que me rodeiam e isso faz-me sentir ainda mais feliz. E quando se encontra uma agenda à altura, com autocolantes, post-it e mensagens cheias d…

Quando não sabes o que dizer... desenha. Escreve!

Imagem
A Constança continua a surpreender. As saudades do primo David bateram à porta e como sempre escolheu fazer um desenho para se expressar. Adoro este lado criativo, esta forma de usar o lápis, as cores, o papel para trazer ao de cima aquilo que sente dentro. E agora, à medida que se vai sentido segura com as palavras, aparecem declarações como esta que me enchem de ternura. Espero que o desejo se concretize e que o seu coração nunca, mesmo nunca, se parta. 

Família de jogadores da bola

Imagem
A paixão pelo futebol do Simão começou cedo mas a do Miguel simplesmente nasceu com ele! Uma bola de futebol sempre foi, e continua a ser, um presente de sucesso. Cresceu a ver o mano jogar, a ver jogos de todos os clubes, de todas as ligas na televisão, a ouvir falar do assunto pelas pessoas que mais admira no mundo: o pai, o irmão e o tio João. Ter a família toda a apoiar também ajuda, porque no futebol, como em tudo na vida, estamos lá para o que for, gostando mais ou menos, apoio e claque nunca falha! O jogo de estreia do nosso pequeno jogador foi uma sessão de risos e palmas, entre auto golos festejados com a mesma emoção do que os golos de verdade, assistências e golos de todas as formas e feitios. Que seja o início de uma jornada cheia de alegrias! 

Grande filme

Imagem
As sessões de cinema estão de volta e pelos vistos os bons filmes também! Ainda não sei o que ainda aí vem mas este seguramente estará na lista dos nomeados para os Oscares. Grandes atores, uma fotografia de alta qualidade, excelentes interpretações e um desfecho digno da Agatha Christie. 

Fui com as miúdas ao dentista

Imagem
Consulta de rotina, a 1.ª para a Carlota, a 2.ª para a Constança. Sem queixas e felizmente sem más notícias. Dentição em processo normal de transição, ambas sem cáries, com evoluções entre dentes de leite e definitivos no bom caminho. Tirando o raio X da Carlota, foi consulta de observação, limpeza  e explicações teóricas e práticas para uma boa escovagem dos dentes. No fim, 55€ cada uma, com seguro de saúde! 110€ assim de repente, numa consulta de rotina. Fiquei azul... não contava com o pagamento da franquia nem tão pouco me recordava do que custa o serviço médico particular no nosso país... do público, pelo menos nesta especialidade, nem conheço. Assim não admira que haja tanta gente com os dentes numa lástima ou, pior ainda, sem eles... logo os dentes que são fundamentais tanto na alimentação, como na apresentação de uma pessoa. Lá em casa já sabem que lavar os dentes é completamente obrigatório e indiscutível! Agora só falta introduzir o fio dentário... mas estamos no bom caminh…

O meu momento na Web Summit 2017

Imagem
Este ano repeti a experiência e a escolha do dia, da hora e do lugar, completamente ao acaso, resultaram na combinação perfeita! Logo na abertura deste último dia fui uma das 3 pessoas que o co-fundador da Web Summit, Paddy Cosgrave, escolheu cumprimentar. Foi um momento totalmente inesperado que acabou por marcar a minha ida à conferência anual de tecnologia que tanto se tem ouvido falar. Apreciei o momento, por ter apertado a mão da pessoa que teve a capacidade de organizar e projectar o maior evento centrado nas tecnologias, mas sobretudo por ter o prazer de responder à pergunta "You are from...?" PORTUGAL! 
http://observador.pt/2017/11/09/video-veja-aqui-o-ultimo-dia-da-web-summit/

Foi mais uma experiência enriquecedora tanto em termos profissionais como pessoais, que partilho aqui por entender que devemos sempre abrir horizontes. Há muito para ouvir, para descobrir, para discutir, para pesquisar, para pensar... são muitos os desenvolvimentos e grande parte tem impacto, …

O que é nacional é bom

O vídeo realizado por Vhils que abre a Web Summit deste ano from Público on Vimeo.

Electrizante - este é a palavra que me ocorre ao ver este vídeo que abriu a Web Summit e que tão bem retrata Lisboa e o que de melhor há por cá, neste país pequeno, sem escala mas que consegue ser, pelo menos durante esta semana, o palco do e para o Mundo. Grande orgulho!

Diz que é Dia da Telma

Imagem
Nem conhecia tal descrição mas gosto muito. Adoro as descrições vagas como "às vezes guarda alguma mágoa" - atenção que é só às vezes e também é só alguma - nada de grave, portanto. É como os signos, dá para todos os gostos e para diferentes interpretações. Vou aproveitar os elogios e saborear o dia :)

Nunca pensei...

Imagem
Não gosto do Carnaval, quanto mais do Halloween. Mas pelos filhos vale tudo (ou quase tudo) e a verdade é que no fim até soube muito bem entrar no espírito assustador e aproveitar a festa incrível que todos os anos acontece na escola das minhas filhas - escola pública, que tanto me orgulho. Houve baile, caça à morte para conseguir uns doces e um concurso de sons horripilantes, do qual tive a honra de ser júri. Uma noite diferente, que até as minhas doces filhas adoram. A Constança ficou triste porque não queria ter um ar fofinho mas sim assustador... nunca pensei! É viver a aprender e próximo ano lá estaremos, com ar verdadeiramente assustador...

No dia dos Mortos...

Partilho um texto magnífico no qual me revejo totalmente. Os meus mortos continuam muito vivos para mim - e é assim que tem de ser. 
"Nunca me despedi completamente: o amor não deixa…
Quem ama pode ausentar-se, boiar por uns tempos na neblina e no silêncio, ou acampar provisoriamente no deserto. Mas despedir-se… 
Quem ama é incapaz de se despedir completamente. Por isso diz «Volto já», «É por pouco tempo», «O tempo passa depressa», «Vou escrever ou telefonar centenas de vezes ao dia», «Vou estar sempre a pensar em ti».
Às vezes parece que pelo menos a faca da morte corta tudo o que se teve ou viveu. Mas não. A morte apenas separa, não mata.
Lavo-me, por isso, na água da saudade e da espera; procuro vozes e risos que guardei intactos; aspiro o perfume do vapor onde ferveram conversas e sonhos; aconchego-me a uma camisola sem corpo, como se nela habitassem ainda os braços que me abraçaram.
Estão tão vivos os meus mortos!... "
(Padre João Aguiar Campos)

Não acredito em coincidências

Imagem
Os meus leões, no meu clube do coração, cheios de garra e determinação.

Sou uma madrinha cheia de orgulho, com afilhados que me enchem de alegria, de emoção, de energia e de tanta coisa que só faz sentido por vocês. Que os vossos sonhos ganhem asas!!! Cá estarei, como rosa dos ventos para vos ajudar a encontrar o vosso caminho. Cá estarei, como ancora para vos segurar nos momentos de tempestade. Cá estarei, como um farol para vos guiar quando se sentirem perdidos. Cá estarei, como porto seguro para vos receber num abraço forte capaz de restaurar e renovar energias para seguir em frente. Não foi o acaso que nos juntou, antes a força de espírito e coragem para vencer.

Fomos ver "O capuchinho vermelho"

Imagem
E adorámos! Ir ao teatro é daquelas coisas que nunca passa de moda. As peças até podem ser de histórias que conhecemos de cor e salteado, mas a capacidade de adaptação, de criação, de produção, de interpretação consegue sempre produzir diferentes resultados e, no caso da equipa de actores do espaço Teatroesfera, tem conseguido sempre surpreender e fazer rir crianças e adultos. A peça do Capuchinho Vermelho é já a 4.ª que assistimos deste grupo e foi bom perceber que nunca desiludem. Foi uma manhã bem passada, com pais e crianças a apreciar um bom espectáculo. Que venham mais programas como este, que nos fazem sair de casa na expectativa e que produzem sorrisos que nos acompanham no regresso, imprimindo emoções que ficam para sempre no espírito de pais e filhos.



Este blogue já tem 9 anos!

Imagem
Este registo acompanha-me há 9 anos e tem sido um crescendo de partilhas, de assuntos, de novidades, de desabafos, de felicitações. Continua a ser um registo muito pessoal, que me parece ser interessante apenas para familiares e amigos próximos, que me/nos conhecem e que por aqui vão acompanhando aventuras e desventuras, sem outra ambição que não seja o de registar aquilo que de alguma forma me marca. Continua a ser também uma partilha informal de assuntos que trataria à vontade numa mesa de café, aqui de uma forma mais estruturada e através daquilo que continua a ser uma das coisas que mais gosto de fazer: escrever. Nem sempre consigo escrever sobre tudo o que gostaria, nem com o detalhe que alguns temas mereceriam mas é precisamente por isso que faz sentido continuar. A quem aqui se encontra comigo, o meu muito obrigada!

Parabéns Matias!

Imagem
Chegas aos 8 anos com uma energia incrível, com uma vontade de aprender gigante, com uma curiosidade do tamanho do mundo! São 8 anos que passaram num instante e que me deixam cheia de orgulho por poder acompanhar o teu crescimento tão de perto, sentir que formamos uma família no verdadeiro sentido da palavra. Todos os aniversários são especiais mas neste o que quero que saibas é que reflecte a dimensão do amor que sentimos por ti, sem dúvida infinito e mais além, como dizem as primas, que são sem dúvida as tuas irmãs desde que nasceram. Tens aqui 4 corações que batem por ti, muitos parabéns querido Matias!

A Constança nos Escuteiros

Demorei a escrever sobre este tema por vários motivos, mas o principal, admito, deveu-se à superação do meu estado de choque. Precisei, e vou continuar a precisar, de tempo para assimilar e saber lidar com o (inesperado e surpreendente) pedido da Constança para fazer parte dos Escuteiros. Depois de uma ida à missa, igual a tantas outras, perguntou-me porque havia meninos e meninas vestidos de forma diferente. Expliquei, em traços muito gerais que são um grupo que tem como objectivo ajudar os outros e que tem uma relação muito próxima com a natureza. Não consegui acrescentar mais do que isso, por desconhecimento de causa, confiante de que essa breve descrição bastaria para responder a uma simples e natural curiosidade. Mas eis que as perguntas continuaram, revelando não curiosidade mas antes interesse pelo que decidi passar logo para as questões práticas, acreditando que mataria ali o assunto: acampamentos e saídas que fazem em grupos com muitos meninos e meninas que não conheces (rec…

Parabéns Maria Francisca

Imagem
A minha afilhada faz 9 anos! Tenho de lhe roubar os beijos, forçar os abraços, correr atrás para lhe conquistar um sorriso. É arisca, cheia de garra, uma verdadeira leoa em pele de cordeiro. Gosto de ti assim, e cada vez mais. Cá estarei sempre para te apertar e continuar a roubar gargalhadas. Muitos parabéns querida afilhada 💚🦁👸🏼

Só para Mulheres

Imagem
A menstruação é tabu. É assunto íntimo, chato e sujo. Mas faz parte da vida de qualquer mulher. É graças a este ciclo que conseguimos ser mães (e que somos mais corajosas e muito menos queixinhas do que muitos homens!). Sangramos e renovamos, todos os meses, durante a maior parte da nossa vida. Habituamo-nos a isso, lidamos com isso, mesmo quando sentimos que nos vamos esvair, que de certeza nos vamos sujar, que as energias nos escapam e o mau humor controla cada frase. Graça divina, mãe-natureza, relógio biológico, as "regras", o período, o que quisermos chamar. É universal, todas as mulheres do mundo sangram e o sangue é vermelho. Finalmente há uma marca de pensos higiénicos que o assume. Obrigada!


Mais um exemplo da magia e do poder da publicidade, leia-se: da boa publicidade!

Desliguei

Não consigo ver, e rever vezes sem conta, as imagens da tragédia, da devastação, da desgraça de todos os que viram o fogo levar-lhes tudo. Não consigo continuar a ouvir, ou a ler, os mil comentários, opiniões e recomendações de quem parece saber tudo mas que pouco (ou nada) fez para que esta tragédia voltasse a repetir-se em tão pouco tempo. Não consigo confiar de que os tons exaltados, ofendidos, acusatórios resolvam alguma coisa... O que constato é que a desgraça se abate de forma totalmente aleatória, de forma tão brutal e que perante isto sentimos o quanto somos pequenos, o quanto nada sabemos do que nos espera, o quanto estamos vulneráveis. Este sentimento de impotência, de frustração, de angústia alimentado de forma voraz pela comunicação social que amplifica este drama a uma escala de dor que vai para além do seu dever, puro e simples de informar. E é por isso que prefiro desligar. Sou cada vez mais selectiva nas notícias que leio, nos vídeos que abro, nos links que clico. Fic…

É para rir. Ou chorar...

Quanto mais me envolvo nos meandros da escola - pela experiência da associação de pais - mais percebo a expressão que a professora lá de casa utiliza tantas vezes: "eles não nascem das árvores". Sei que há excepções, mas o comportamento e atitudes que as crianças têm na escola resultam da educação (ou falta dela) que recebem em casa. O problema, na grande maioria dos casos, começa em casa com pais muito ansiosos, muito nervosos, muito conflituosos ou cansados, frustrados ou simplesmente mal preparados. A mistura disto tudo é visível nas reuniões de pais, onde se vê de tudo e este artigo retrata alguns de forma perfeita: http://uptokids.pt/opiniao/encarregados-de-educacao-ou-condominos/
Verdade que nem todos são assim e que há pessoas "normais" por aí, que são também pais "normais" que estão atentos ao que se passa na escola e na vida dos seus filhos mas sem os sufocar, sem querer controlar tudo e todos, sem fazer tempestades por tudo e por nada. São essas…

Parabéns maninha!

Imagem
Tanto que podia escrever sobre ti, sobre nós, sobre os nossos. Tantas histórias de infância, outras tantas da adolescência que guardamos num lugar bem especial. Tantos momentos que rimos até doer a barriga, outros que chorámos de tristeza, de angústia, de raiva. Rimos, discutimos, conversamos, guardamos silêncio, trocamos olhares ou evitamos sequer olhar. Raramente precisamos das palavras para nos entendermos porque nos conhecemos por dentro e por fora. São muitos anos de vivência, muitos de partilha, de cumplicidade... ou melhor, são os meus anos todos porque sempre fizeste parte da minha vida. Depois quis o destino que encontrasses o amor da tua vida no melhor amigo do meu e isso fez de nós vizinhas! Construímos não só uma casa mas uma família, que no meio das suas imperfeições tem conseguido crescer segura e firme como uma rocha. Estamos cá uns para os outros, nas alegrias e nas tristezas, nas festas e nas aflições. Formamos uma família alargada que mora no coração dos nossos filh…

Parabéns Primo!

Imagem
Só do lado materno somos 20 primos - sem contar com maridos, nem filhos. Somos muitos, de idades diferentes, a viver em cidades - até países - diferentes. Somos de gerações não muito distantes e sempre nos demos bem. Foram muitas as férias de verão e as noites de Natal que passámos juntos, a encher de baralho - mas de muita alegria - a casa pequena da avó Luz. Incrível como a cozinha, que é sala ao mesmo tempo, sempre teve elasticidade para nos receber a todos - uns sentados nas escadas para o sótão, outros à mesa, outro em frente à lareira. Confusão geral, sem regras nem etiqueta mas em que a harmonia sempre reinou. Fomos crescendo, a avó envelhecendo, e os encontros passaram de algumas vezes por ano para, na melhor das hipóteses, um encontro anual, que nem sempre consegue reunir todos... as novas tecnologias ajudam a manter o contacto mas a verdade é que não substitui os encontros, os abraços, as conversas, a troca de olhares e a sintonia que nos liga por tanto que temos em comum e…

Orgulho imenso!

Imagem
Já estão nas bancas os mais recentes cadernos de actividades para o 3.º e 4.º ano, cujos blocos de matemática foram criados lá em casa. Não no 2.º andar mas no 1.º, que matemática não é propriamente a minha vocação. Está antes nas competências da mana Andreia e é (também) por isso que formamos uma equipa fantástica. Eu com a leitura e a escrita, a mana com os números e cálculos e raciocínio. Passou as férias de verão embrenhada neste projecto, super focada e (pasme-se!) até divertida na criação e adaptação de novas formas de pensar a matemática. Admiro-lhe a capacidade de sistematização, de organização (mesmo quando a secretária está mergulhada num caos de livros, trabalhos para corrigir, TPC do Simão e invenções artísticas) mas acima de tudo de concentração - assumindo uma responsabilidade, dedica-se de alma e coração e por isso sei (mesmo antes de ver) que estes cadernos de treino valem a pena. Para mim, fã de livros, de escrita, de leitura, ver o nome da minha irmã impresso na fic…

Dia Mundial da Música

Imagem
A propósito do Dia Mundial da Música, partilho uma música que descobri por acaso e que não consigo parar de ouvir. A música é sem dúvida uma forma de arte e a verdade uma forma de vida!

O meu voto conta

Os tempos estão a mudar. Ontem, pela primeira vez desde que voto, havia fila para a minha mesa. Achei logo um bom presságio, sinal de que nem toda a gente está "desligada" do mundo e dos seus deveres enquanto cidadão. Que nem as elevadas temperaturas, nem os clássicos de futebol foram desculpa para não ir votar. Vi muita gente nova, nas campanhas, nas mesas de voto, nas filas para ir votar e depois nos festejos da noite. E para mim, a redução da taxa de abstenção - ainda que permaneça gigante (45%) - foi a grande vencedora da noite. Para quem não conseguiu acompanhar os grande acontecimentos da noite, pode encontrar aqui o resumo dos principais discursos. Ouvi a maioria em directo, incapaz de ir dormir sem conhecer as novidades do meu país, do meu concelho, da minha freguesia, do concelho onde trabalho e ainda do concelho e freguesia da escola das minhas filhas e da aldeia dos meus pais. Um misto entre curiosidade e o querer saber quem são os que me representam, a quem foi …

Os melhores do Mundo

Imagem
Ontem o dia pareceu-me uma maratona. Ir levar os meus pais à oficina logo às 7h30 da manhã (para irem finalmente levantar a carrinha que teve um processo penoso de recuperação!); ir a voar para chegar a tempo da sessão de fisioterapia no Hospital da Luz (um bloco de 12 sessões, 2x por semana, prescritas para corrigir a postura e ver se não fico marreca antes dos 40 :| ); seguir para a agência, ainda meio atordoada da sequência de massagens (dito assim até soa bem mas dói horrores!!!), para começar um dia de trabalho já com a sensação que deviam ser 18h da tarde...; dia intenso, cheio de coisas e coisinhas, envios urgentes e pedidos de última hora, precisamente no dia em que precisava sair um pouco mais cedo para uma reunião da Associação de pais (a 7.ª só este mês...). Quando estava mesmo para desligar o computador, chega um e-mail com um sorteio de convites para ir ver os Comédia à la carte - Os melhores do mundo, no Villaret. Respondi no mesmo segundo e ganhei! A 1.ª reacção foi de…

O barato não tem de ser mau

Não se aplica a tudo, mas a verdade é que cada vez mais o ser barato não é sinónimo de ser mau, de não ter qualidade. Pelo contrário e ainda bem! Sinal de que a concorrência só beneficia os consumidores. Esta ideia é difícil de combater em algumas categorias, como a comida e produtos de higiene. Se me perguntam se olho para a marca do detergente do chão, dos sacos do lixo ou dos blocos sanitários, a resposta é não - só olho para o preço e o que for mais barato é aquele que compro. Agora se falamos de um creme, de um shampoo ou de um baton hidratante... confesso que sou bem mais resistente. A minha veia de consumidora desconfiada, que tem bem enraizado o conceito "ninguém dá nada a ninguém", fica sempre em modo cauteloso e na dúvida prefiro não arriscar. Mas a verdade é que sempre que arrisco não vejo assim tanta diferença. Depois aparecem estudos como o da Deco, que testa uma série de marcas e percebe que a mais barata até é a melhor, e desce em mim a veia racional e me con…

Quanto mais perto...

Imagem
É sempre assim, tudo o que está mais perto acaba por ser o menos valorizado. Li este artigo sobre os 6 monumentos que marcam a história de Portugal e, curioso, já visitei todos menos 1. #1 Palácio da Pena, em Sintra - já fui várias vezes, com pessoas e contextos diferentes mas sempre com vontade de voltar! Foi o destino escolhido no 3.º aniversário da Constança precisamente por ser um "palácio de princesas" que parece saído de um conto de fadas!
#2 Castelo de Guimarães - visitámos no ano passado, no aniversário do Hugo e foi cidade que adorámos conhecer! Para além do Castelo, que nos faz sentir mesmo no berço de Portugal, toda a cidade está bem arranjada, limpa e cheia de pessoas e sítios simpáticos, incluindo um teleférico que permite uma visão total da cidade verdadeiramente apaixonante!
#3 Castelo de Óbidos - também já visitei mais do que uma vez, incluindo com as filhas no meu aniversário do ano passado. É uma vila pequena mas cheia de encantos, que quis que conhecessem po…

Parabéns comadre e amiga Inês

Imagem
A minha amiga e comadre Inês faz anos hoje e se há pessoa que merece uma mensagem especial é esta minha amiga, minha companheira nas alegrias e nas tristezas, minha confidente e minha inspiração, minha mana de coração. Com ela tenho aprendido que na vida nos devemos rodear das pessoas que nos fazem bem, que nos trazem boas energias, que nos motivam, que nos animam. Vivemos com as outras, as que não conseguem ser assim, mas temos de manter o entusiasmo e as ondas positivas na mesma, por nós mas, acima de tudo, por elas. Se o conseguirmos, acabamos por ser um farol, um ponto seguro, alguém que ouve e que ajuda mas que não se deixa levar pela névoa do negativo e do pessimismo porque, na verdade, a vida continua e acabamos por perceber que tudo na vida passa, mesmo quando acreditamos que isso é impossível, a verdade é que passa e que o tempo ajuda a curar. O importante é seguir em frente, não ser mesquinho, não levar tudo demasiado a sério, saber rir de si mesma, aproveitar o momento e q…

Porque é preciso haver quem faça

Esta semana iniciei, oficialmente, funções enquanto Presidente da Associação de Pais da escola das minhas filhas. No 1.º ano assisti às reuniões de Assembleia Geral, no seguinte fiquei como secretária do Conselho Fiscal e este ano aceitei o desafio de substituir a Presidente que esteve em funções vários anos seguidos e que acabou por conseguir contagiar-me com a vontade de fazer mais e melhor pela escola pública, pela escola que as nossas filhas frequentam. É aquela teoria, que aliás já aqui falei sobre isso, de que podemos não conseguir mudar o mundo mas podemos, pelo menos tentar fazer sempre mais e melhor, sobretudo quando se trata da vida e do crescimento dos filhos. E dito, ou escrito, assim na teoria é muito bonito, soa bem e reconforta a consciência cívica de uma pessoa, mas na prática dá um trabalho e uma canseira que só mesmo experimentando para saber! É voluntariado gratuito, que implica tempo, dedicação, trabalho e uma dose de paciência gigante. Não posso dizer que fui ao …

Estamos prontas!

Imagem
Esta semana arranca o novo ano lectivo, o 2.º ano tanto para a Carlota (JI) como para a Constança (2.º ano). Ao contrário do que esperava, hoje não foi assim tão difícil acordá-las às 7h30. Apesar da mudança de hábitos e do terem de acordar cedo, estavam entusiasmadas com o regresso à escola, super ansiosas para rever as amigas e sobretudo para acompanharem o primo Miguel que este ano se junta à dupla na Quinta da Condessa. Nas férias já tratámos da lista de material da Constança e da bata nova da Carlota, que conseguiu destruir (literalmente) a do ano anterior. Conseguimos despachar as arrumações e a reciclagem do material escolar e ainda ajustar o guarda-roupa para esta nova época escolar em que os ténis são peça fundamental. Pendente fica a lista de material da Carlota, que só teremos no dia de apresentação mas que no mesmo dia conto despachar. Este também vai ser um ano especial para mim, com a responsabilidade de representar a Associação de Pais da escola que, mesmo antes de con…

Parabéns Sandro!

Imagem
Este é mais um ano especial com a chegada da Frederica, a mudança para a casa nova, a entrada da Francisca no 1.º ano! É a prova de que a partir dos 40 a vida ganha outra dinâmica!!! Que este novo ano seja o começo de uma nova fase, agora estável e tranquila, para aproveitar ao máximo as 2 filhas lindas e a casa nova que sempre idealizaram. Cá estaremos para aturar as tuas palmadas fortes nas costas e as gargalhadas sonoras mas sinceras a que já nos habituaste! Gostamos de ti assim. Muitos parabéns!!!

Férias Felizes

Imagem
No ano passado os planos saíram-nos furados e acabámos por ter umas quase não-férias. Já este ano tirámos a barriga da miséria e fizemos tudo, mesmo tudo, o que planeámos fazer e até mais ainda. O que só prova que os planos ajudam mas que também tem de haver espaço para o improviso e até para dias em que simplesmente apetece acordar tarde e nem sair de casa. E em 3 semanas dá para isso tudo. Houve tempo para fim de semana na aldeia, felizmente antes dos incêndios, para aproveitar a visita dos tios e primos que nesta altura se juntam na terra que os viu nascer; voltámos a Lisboa para a Festa da Carlota, que este ano pela 1.ª vez fizemos em casa, com os (poucos) amigos disponíveis mas junto da família que se juntou em peso para os 5 anos da nossa menina; depois foi tempo de preparar o fim de semana às Festas de Viana do Castelo que há 3 anos nos conquistaram o coração. Este ano não contámos com a companhia dos tios Amaro e Ana mas para compensar o mano conseguiu ir e, tal como nós, fic…