Assustador...

A descrição da Constança deste fim-de-semana bate tudo! Olhem-me só o pormenor, o detalhe da descrição!!!! "Brinquei com a mãe, com o pai e com a mana. Fui ao parque e depois a mãe pôs um pão no saco, o pai tirou o pão e partiu ao meio para darmos aos patos" Constança 
São os genes de menina que não a deixam fazer por menos. Passamos a repetição da mesma descrição para um nível de pormenor no mínimo assustador! Nem eu me lembro desta sequência... enfim... só mais uma prova de que este ano temos uma nova Constança a desabrochar! Bem-vinda minha filha linda!!!!

Ficam a saber: pais que trabalham são pais horríveis

Afinal a resposta à reclamação não tardou a chegar. Recebi hoje e-mail do Gabinete de Educação da Câmara de Sintra, e a sensação com que fico é que responde a muito pouco... fico com a ideia de que se criam regulamentos com base numa perspectiva ideal mas que infelizmente não se enquadra nos dias de hoje. Tanto pai e mãe precisam trabalhar a tempo inteiro e muitos avós de hoje em dia também precisam de ainda trabalhar! É por isso que a Componente de Apoio à Família deveria apoiar as famílias que mais precisam de apoio na carga horária, tanto em termos financeiros como na oferta educativa/pedagógica. É esse o meu ponto e esse continua sem resposta... porque dizerem-me isto: "A redução na comparticipação cobrada às famílias prevista na alínea 7 do artigo 15.º visa defender o interesse da criança no sentido de garantir um maior tempo de partilha dos seus tempos livres junto da família." dá-me vontade de vomitar! Ninguém mais do que eu quer garantir um maior tempo de partilha dos tempo livres da minha filha, certo?!?! Por outras palavras, pais que trabalham são pais horríveis que não estão a defender o interesse das crianças suas filhas. Gostava de saber como é que é suposto alimentá-las, vesti-las, educá-las se não tiver fonte de rendimento. Ou será que se me despedir passo a receber todo o tipo de subsídios e ajudas?! Deve ser isso e eu é que estou a ver tudo mal. Só pode.... 
De resto, no e-mail explicam como é feito o calculo do valor e remetem explicações em relação à componente educativa para a direcção do Agrupamento de Escolas. É esperar para ver se as "barbaridades" continuam... 


De volta a terreno seguro

Diz a educadora Carla que a Constança vem das férias toda entusiasmada e bem mais à vontade. Ainda bem! É sinal que está a crescer e a ganhar confiança em si própria. De regresso estão também as descrições do fim-de-semana e a 1.ª da Constança mostra o quanto a sua ligação com a irmã está a cada dia mais forte: "Fui brincar do parque com a Totas. Depois fomos almoçar em casa" 
Aqui fica a prova que a relação que as une cresce a cada dia e fica também provado que a "alcunha" da Carlota veio para ficar... 

De alma mais leve

Começamos uma nova semana de regresso à rotina calma e tranquila, com a Constança de regresso ao colégio toda feliz da vida. Já formalizei a desistência da vaga no JI e enviei a reclamação por escrito ao Gabinete de Educação da CMS. Foi uma experiência muito stressante mas que de alguma forma me enriqueceu e certamente me preparou para o que nos irá esperar aquando a entrada efectiva no sistema público. Para já temos 2 anos pela frente, sempre a fazer contas é certo, mas muito tranquilos em relação aos colégios. É como costume dizer: pobres, mas felizes!

Passei!!!!

Hoje fecho dois capítulos que me estavam a queimar o cérebro: a Constança ficou no Colégio do ano passado, super feliz e bem-disposta! E finalmente consegui passar no exame do Google Adwords! Ufa!!! É respirar de alívio e libertar a cabeça e o coração das ondas negativas. 




Escola pública mas nada gratuita

O dia de hoje vai ficar para sempre na minha memória pela negativa. Hoje estive na reunião de abertura do ano lectivo no Jardim de Infância onde pude confirmar que o sistema é público mas nada gratuito, nada adequado à realidade profissional dos pais de hoje, cego quando às necessidades de apoio à família. Não acho normal que por necessitar de todos os prolongamentos de horário [7h30-9h | 15h-17h | 17h-19h] fiquei posicionada automaticamente no escalão máximo, no valor de 99€. A este valor deve somar-se a alimentação e os extra das pausas lectivas. Acho muito sobretudo quando o que está associado é muito pouco! Nos tempos livres estão 2 senhoras a tomar conta, sem nenhuma actividade concreta - dizem que uma animadora passa de vez em quando e deixa actividades (nem sequer lá fica o tempo todo)?!?! Não houve uma apresentação das actividades lectivas previstas, nem um plano de acções concretas para o decorrer do ano. Ficaram apenas queixas do sistema, das poucas ajudas e das deficiências cada vez mais graves em termos de apoios do estado. Este foi sem dúvida um processo que mostra o quanto o nosso sistema de educação está antiquado e pobre, a fomentar um sistema que apenas apoia quem não trabalha, criando um ciclo vicioso que só prejudica quem trabalha, quem desconta e quem faz tudo dentro da lei. Resumindo, depois de expressar tudo isto de viva voz na reunião, vou fazer questão de reforçar a minha experiência junto do Gabinete de Educação de Sintra porque a maioria fala, queixa-se mas depois nada faz de concreto para que as coisas mudem. Mas essa pessoa não sou eu. Vou deixar bem claro que a minha filha até pode ter conseguido uma vaga no sistema público mas que não o irá frequentar porque ficaria tão cara como o colégio onde estava e onde obviamente vai continuar. Colégio esse que abriu as portas no dia 1 de setembro, que tem um plano curricular a 3 anos, com diversas actividades como inglês, culinária e ginástica dentro da mensalidade; Colégio que não fecha por motivos de greve ou não deixa de dar lanche se os pais não pagaram a senha. Enfim... fica a experiência. Felizmente temos alternativa para a Constança e um novo ano lectivo pela frente, cheio de coisas boas!!!!

Esqueci-me - Campanha de sensibilização

Esta campanha é muito importante, não só por ter a participação da minha amiga Ana Marta, mas sobretudo por tratar de uma doença com a capacidade de confundir uma vida inteira... Conheçam a campanha e divulguem-na: 

Todas as pessoas podem enviar imagens aos seus contactos, via site ou snapchat, que desaparecerão em segundos. Assim estamos a criar um movimento de solidariedade, apoio e consciencialização do que é a doença do alzheimer. As pessoas que têm esta doença vivem momentos dos quais, segundos a seguir, já não se lembram... :( 

O bom de ter este blogue é conseguir ter aqui uma parte de mim e conseguir reviver momentos sempre que quiser. Este é apenas mais um dos que me enchem o coração.


Em contagem decrescente...

O meu drama da mudança de escola da Constança continua porque ainda estamos à espera do arranque do ano lectivo. Reunião e recepção aos pais e alunos esta quinta-feira. Este processo está longe de me deixar descansada porque parece que tudo é incerto e confuso... não queria nada começar uma nova etapa cheia de ondas negativas mas confesso que não está fácil!!! 

Mudança de planos


Retomámos as sessões de cinema e com elas as conversas cruzadas, as risadas e a confusão de chegarmos a um consenso... a maioria não estava com grande vontade de ver a Lucy por isso fomos ver antes este que até me surpreendeu pela positiva. É muito do género dos "Jogos da fome", mas com uma história mais próxima, porque nos ajuda a olhar para o mundo de uma maneira diferente. A música do final ficou-me no ouvido o fim de semana todo! Este é daqueles que vale a pena ver (não necessariamente no cinema).

Só preciso de 85%


Diz o meu amigo Varão que sou parecida com esta pessoa, considerada uma das mulheres mais lindas do mundo. Claro que são os olhos do meu amigo que filtram as semelhanças e que adora subir o meu ego ao fazer esta comparação. Farto-me de rir com ele!!! É que nem sei por onde começar... só mesmo de perfil e ao longe e ainda assim... Agora o que gostava mesmo era ser capaz das proezas desta personagem, que se transforma num ser iluminado num piscar de olhos. Tivesse eu ontem estes poderes e teria conseguido passar num teste/certificação que preciso ter e que pela 2.ª vez fico a umas décimas de o conseguir... enfim... agora é acreditar na expressão "à 3.ª é de vez" e continuar a estudar... Ainda bem que retomamos hoje as sessões de cinema para ver se o meu cérebro se anima!

Babes arrasam em Évora

Foi assim que a Guru Ana Marta intitulou o programa prévio do nosso fim-de-semana e parece que a sua veia de vidente já estava em alta... o tempo não esteve lá grande coisa, mas como o foco era estarmos juntas, conversar muito, passear e comer bem, acabou por não nos atrapalhar os planos. E por falar em planos, acabei por constatar que marcar tudo antecipadamente é do melhor que há! Ir com uma ideia clara do que se quer visitar e do que se quer fazer ajuda em tudo, mas sobretudo faz com que não se perca tempo. Foram só 2 dias mas deu mesmo para tudo!!! 

O céu não engana... foi uma manhã de chuva molha parvas!

Mas que não nos impediu de explorar o centro da cidade

A exploração foi tão profunda que até deu para comprar botas e sandálias 
made in Portugal a preço de saldos!

Almoçámos no restaurante "Louro" onde experimentámos 
as melhores sobremesas do mundo!

À entrada do Ecorkhotel 

Apesar do tempo nublado, estava abafado o suficiente 
para apetecer um mergulho na piscina!

O jantar no Piparoza deixou-nos cheias de boa disposição!

E depois do que comemos, soube mesmo bem dar um passeio pela cidade, 
que mesmo à noite é uma cidade cheia de vida

Nova foto de perfil em frente ao Templo de Diana

O almoço de domingo foi uma prova de vinhos e azeite na Herdade do Esporão que é sem dúvida local de visita obrigatória para quem viaje por aquelas bandas.



Et voilà! 
Agora tenho pela frente mais uma semana de trabalho e uma dieta rigorosa!!!!

Em modo contagem decrescente!

Para compensar as últimas semanas de stress e frustrações, nada melhor que um fim-de-semana só com as amigas para espairecer e recarregar baterias e ondas positivas! Serão 2 dias para descontrair, relaxar de papo para o ar e comer muito! Bora lá!!!!





Focar nas coisas boas!

A história do carro e a mudança de escola da Constança tem-me consumido tanto que parece que a "nuvem negra" está sempre a pairar na minha cabeça mas como não sou uma pessoa pessimista por natureza, hoje acordei com vontade de expulsar as más energias do meu cérebro e focar-me nas coisas boas! Porque apesar de não parecer, a verdade é que há coisas boas a acontecer, a melhor delas ligada à Carlota. É que afinal o colégio reconsiderou a decisão de não renovar contrato à auxiliar da sala da Carlota e eis que este ano continua com as Anas de quem tanto gosta!!!! Ficámos muito felizes! Espera-nos mais um ano lectivo cheio de coisas boas, estamos certos disso :)

Aniversário Totas: making-of

Aqui ficam outras fotos de momentos felizes!

O tal buraco para grelhar/assar o novilho
(há coisas que me ultrapassam... para pôr protector nos miúdos ou fazer uma piscina na praia trocem o nariz mas para escavar metros de terra para fazer um petisco já pode ser! Homens?!?!?!)


 A chef boleira Dora, perita no "empratamento" e "embelezamento"!

Foi mesmo só para a foto porque a minha capacidade culinária ou artística é -0...

O belo bolo em cima da mesa improvisada (a geleira da praia!)

O vizinho inglês que nem a propósito descobrimos ser nada mais, nada menos do que... TALHANTE!!!
Melhor impossível...

Jantar sem cerimónia!

Uns "apagam" e os outros... riem! E muito!!!!!

Foi mesmo um dia no mínimo memorável!!!

2.º aniversário Carlota: Sunset Party Burgau!

Já começa a ser tradição celebrar o aniversário da Carlota na nossa já tradicional semana no Burgau! Os padrinhos são os nossos anfitriões e calha serem também pessoas cheias de energia e boas ideias e ainda... excelentes artistas! Repetimos também a experiência de um bolo totalmente home made e o resultado foi espectacular! Para além da decoração super rebuscada, o sabor estava óptimo pelo que não restou nem uma migalha... o sunset na praia, ideia da madrinha Dora, foi um sucesso com um fim de dia na praia cheio de cor e muita animação. E como se já não fosse uma festa suficientemente original, ainda organizámos um jantar com um menu no mínimo... medieval! Passo a explicar, o amigo Zé estendeu as suas capacidades culinárias à execução na perfeição de costela de novilho grelhada em modo artesanal, leia-se: fizeram um mega buraco no quintal para fazer um fogueira que cozinhou a carne ao longo de 6 longas horas! O esforçou valeu a pena já que os 15 kg de carne desapareceram quase com a mesma rapidez do bolo de aniversário ;) Tenho por isso a agradecer a todos os que conseguiram estar presentes, em especial a quem deu o "corpo ao manifesto" e tornou esta festa tão memorável: padrinhos Luís e Dora, amiga Bela e amigo Zé; aos amigos Lis e Jorge obrigada pelo "empréstimo" da cozinha, pela excelente sangria e cus-cus; amiga Inês e Nádia obrigada por estarem presentes com as vossas famílias e por fim, aos meus queridos manos que mais uma vez marcaram presença neste dia tão especial para todos nós. A Carlota, ou Totas como toda a gente a chama, é mesmo uma menina cheia de sorte... para o ano há mais!!!

Convite de aniversário by Ana Marta (obrigada amiga!)

Os boleiros de serviço:

O bolo de aniversário, tema Porquinha Pepa:

Foto de família, em que o lugar da mana do meio não foi esquecido! 
Sentimos a tua falta... mas estiveste connosco em pensamento!

Com a mana mais velha no seu 1.º dia de férias! 
Começou sem dúvida da melhor maneira possível...

A Totas com o seu ídolo 
(até ficou com falta de ar quando viu o tio chegar!)

O tio Jonas com as suas sobrinhas do coração:

O pai babado

Foto de família! 
(a Totas está a chorar porque simplesmente não queria sair do colo do tio João!)

Os compadres!!! (falta o Duarte...)

Foto de grupo! Ena tantos!!!!

Ena tantas!!! E falta-nos a aniversariante...

As amigas catatuas! 

Ligação afilhada/madrinha cada vez mais forte

A mãe babada

A mãe duplamente babada...

As crianças a brincar no novo barco do Luís!

A nossa ementa do jantar! 
José Afonso está ao nível do Masterchef!!!

Obrigada mais uma vez aos nossos amigos e padrinhos da nossa pequena por todos os anos nos receberem tão bem. Adorámos a semana, a praia, a festa, o convívio mas sobretudo a vossa amizade!

Frustrações

As férias são sempre boas, sabem sempre bem. As minhas nisso não foram excepção. Mas se há sentimento que domina estas últimas semanas chama-se: frustração! Começou com a avaria fatal da carrinha; passou para a neura de não ter carro; evoluiu para a solução de "novo" carro a gasolina; tombou com o estado febril da Carlota durante a última semana de férias; e teve o pico máximo com as burocracias da inscrição da Constança no CAF (tempos livres Jardim de Infância público). Foram todos estes assuntos que em conjunto me encheram de frustração! Uns já resolvidos, a começar pelo mais importante o estado da Carlota, que felizmente desde ontem já está a 200%; outros nem por isso e que me têm estado a moer o cérebro a tempo inteiro... é a situação do carro, se vale a pena gastar dinheiro a mandar reparar a outra e depois vendemos as 2 e compramos outro mais recente?! Ou ficamos com a carrinha mais uns tempos e logo se vê?! Ou investimos num carro novo?! Enfim... Depois a cereja no topo deste bolo de confusão foi (está a ser!) o começo de ano lectivo da Constança no Jardim de Infância: eu que sou uma pessoa organizada e que preza a organização, fico doente com a "nuvem" de incerteza e de falta de informação/planeamento que pelos vistos faz parte do sistema de educação público. Estamos a dia 1 de setembro e ainda não há dia certo para o início do JI, dizem que será até dia 15 mas é esperar que o dia certo seja afixado. Isto não seria um problema se o CAF (quem assegura os tempos livres e as pausas lectivas) já estivesse em pleno funcionamento, o que não se verifica. A solução para quem não tem mesmo onde deixar os filhos até as actividade lectivas começarem seria deixá-los nas instalações da associação de solidariedade social lá da zona, o que implicaria 2 adaptações a espaços/pessoas e rotinas diferentes, sendo já em si uma situação delicada... felizmente entre a avó e a tia, conseguimos que a Constança fique em casa até a abertura do JI e é esperar para ver...  mas como se não bastassem os stresses de gerir esta questão, entretanto dizem-me que a inscrição da Constança no CAF não aparece... logo a mim tinha de me acontecer mais este percalço!!! Como procurar o processo, que tenho a certeza de ter entregue, parece ser tarefa impossível, teremos de entregar tudo outra vez e esperar que seja validado e aprovado... enfim... esta nova etapa não começa da melhor maneira... a cada passo cresce o sentimento que temos um sistema cheio de burocracias, completamente desadequado aos tempos de hoje e que penaliza em tudo os pais que trabalham. O único aspecto positivo até agora foi a visita "surpresa" que fizemos às instalações, onde fomos muito bem recebidos com direito a visita guiada e tudo. A ver vamos... pode ser que começando com expectativas tão baixas, depois seja uma agradável surpresa.