Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2015

A magia dos livros

Imagem
Começa hoje a 85.ª Feira do Livro de Lisboa! Tenho a sorte de trabalhar mesmo pertinho por isso de hoje a 14 de junho já tenho programa para todas as minhas horas de almoço. Se for preciso não compro nem 1 mas adoro folhear novas histórias; ver as capas e ficar curiosa para saber mais; gosto do cheiro dos livros; dos mistérios que têm dentro; das cores; do peso; da textura. Foi o gosto pela leitura que me trouxe o gosto pela escrita e hoje em dia não passo sem nenhum deles. Não consigo estar sem um livro para ir lendo, mesmo que demore hoje em dia muito mais do que há uns anos atrás. Andar de metro todos os dias (tirando os dias de greve, que têm sido semanais infelizmente!!!) ajuda muito a manter um ritmo regular, mas também muitos são os serões em que prefiro uma boa leitura à televisão. Agora que o Hugo chega tão tarde todas as noites, ganhei o hábito de depois de deitar as miúdas e de me despachar do banho e das coisas da casa, ligo o meo music no telemóvel e fico tranquilamente,…

Bora lá mudar

Imagem
De vez em quando dá-me vontade de mudar a disposição das coisas. Às vezes resulta, outras nem por isso... mas a mudança no quarto das miúdas é um bom exemplo de que, mesmo com pouco espaço, e exactamente com os mesmos móveis, é possível mudar e, desta vez, para melhor! Elas adoraram e logisticamente tem resultado muito bem. Tão bem que até dou por mim a pensar como é que não nos lembrámos disto antes?! Como continuam a gostar muito de dormir juntas, e agora com o calor ficavam muito apertadas numa só cama, com esta solução basta encostar as camas e já está! Ficam ali lado a lado, podem dar os abraços que quiserem, porque quando se fartarem, basta rebolar para a sua cama e já está. Partilho as fotos para se inspirarem a fazer o mesmo! Dá sempre para mudar qualquer coisinha e, como no meu exemplo, não é preciso gastar dinheiro, nem mudar de casa. Basta acordar com disposição e alguma força física também... boas mudanças!!!



Ena tantos!

Imagem
Faz hoje 7 anos que comecei a trabalhar no Insight, departamento do Grupo IPG Mediabrands. 7 anos que passaram a voar; 7 anos em que conheci tanta gente; 7 anos em que aprendi muitas coisas novas; 7 anos com muitos desafios; 7 anos com muitas mudanças; 7 anos com muitas conquistas. E foi também nestes últimos 7 anos que se deram os acontecimentos mais importantes da minha vida: o nascimento das minhas filhas. São por isso 7 anos que guardo com muito carinho e dos quais dificilmente me irei esquecer. Não sei se virão outros 7, mas o importante é que mesmo depois de 7 anos, continuo a sentir-me bem aqui, com desafios pela frente e com vontade de continuar a vestir a camisola. Gosto destas pessoas que acreditam, que lutam, que pensam e dizem o que pensam (muito raro nos dias de hoje...), que não desistem fácil, que dão um murro na mesa se for preciso, corajosos na forma como enfrentam os desafios e, acima de tudo com espírito de equipa. Há pontos menos positivos, claro! Coisas que podia…

Reacções diversas

Imagem
Muito poucas pessoas sabiam que ia fazer mais uma tatuagem e só 2 conheciam o desenho. As reacções foram por isso do mais espontâneo e genuíno que podia esperar. A mana Andreia emocionou-se; a mana Sandra vibrou com a surpresa; o mano João achou "brutal" (no bom sentido, acho eu...); a minha mãe, com os olhos meio esbugalhados lá conseguiu dizer, "ah que giro", para a seguir acrescentar: "mas isso depois sai quando?"! Mas as minhas reacções preferidas foram as das minhas pequenas, cada uma ao seu género: 
Carlota: com os seus olhos a brilhar, gritou: "Uauuuuuuuu mamã!!!!" E diz que a Totas é a andorinha mais pequenina. Adorava ter filmado para ver e rever a cara de espanto da minha pequena.
Constança: olhou demoradamente e em silêncio. Começou por dizer que queria ser a 1.ª da ponta e depois perguntou "oh mãe mas isto vai ficar bem com toda a roupa?" - opah chorei a rir! Esta observação/preocupação faz mesmo o género da Constança! O que…

Frente e Verso

Imagem
Dizem que se torna um vício e não posso discordar totalmente... Precisamente 1 ano depois repeti a experiência de gravar em mim mais um símbolo do que vai dentro. As pessoas da minha vida, sempre comigo, por dentro e por fora. 

Um gesto simples que pode dizer tanto

Imagem
Guardo tantos abraços, uns apressados, outros muito apertados, outros leves mas profundos, muitos cheios de sentido. Por vezes é o quanto basta para que a nuvem negra desapareça. Tantas vezes substitui as palavras, pela simplicidade, pelo gesto, pela ternura que traz consigo. Espero que a vida ainda me reserve muitos abraços e que me permita oferecê-los a quem amo.  Feliz Dia do Abraço

A saber e a pensar sobre

Este ano é ano de eleições e sinceramente ainda não sei em quem vou votar. Quando soube que António Costa seria candidato acreditei na teoria ou efeito D. Sebastião. Depois ouvi alguns discursos e a coisa complicou-se... ou faltava conteúdo ou subia o tom populista... Hoje li um artigo no Observador que ajuda a sintetizar o programa por áreas (saúde, educação, família, ...) que acho que ajuda a pelo menos ter uma noção do que está em cima da mesa. Para quem, como eu, gosta de tomar decisões conscientes... aqui fica o link para o artigo: http://observador.pt/2015/05/20/guiao-do-programa-eleitoral-do-ps-em-nove-passos/ 

O valor da amizade

Imagem
Trabalho em publicidade e talvez por isso esteja sempre mais atenta a novos anúncios/campanhas e esta da SuperBock é para mim um excelente exemplo de como chegar às pessoas. Porque toca num ponto sensível: o valor da amizade. Se para muitos o importante é o número de amigos que têm no Facebook, para alguns, como eu, o valor da amizade está na proximidade que existe entre amigos. E é esse nível de proximidade que fortalece o valor da amizade. E ser amigo não é tarefa fácil! É preciso estar, é preciso ser, é preciso sentir, é preciso acreditar, é preciso querer. É como diz o manifesto "Não precisamos de ter 1000 amigos. Precisamos de bons amigos". 

Lidar com o imprevisível

Quando ligam dos colégios raramente é bom sinal... o telefone toca e quando vejo que se trata de um dos colégios, instintivamente, tenho um nó no estômago! É que até pode não ser nada, mas o primeiro pensamento vai logo para coisas más... esta ansiedade de não conseguir estar sempre com as minhas pequenas, de ser incapaz de as proteger de tudo, de não lhes dar colo na 1.ª pontada de febre... é tramado, faz parte, sei disso... mas ainda assim o nó aparece de forma automática e incontrolável. Depois há acontecimentos como o da menina da Madeira que morreu quando estava descontraída a saltar num insuflável, que se desprendeu com o vento e a projectou em mais de 8 metros. Estava ali, a brincar à distância de um olhar e de repente o impensável acontece, sem que ninguém conseguisse fazer nada... Acho que não se recupera disto. Nenhuma mãe/pai deve conseguir recuperar disto. Não devia ter de recuperar disto... É contra a lógica da vida, é injusto, é impensável, é aterrador... neste caso é t…

Ai que susto

Imagem
Ontem de manhã, ao chegar ao trabalho, dei conta que não tinha aliança. Quase tive um ataque de pânico, não só pelo sentimento de perda, mas acima de tudo pela sensação oca de ter saído do meu dedo sem que tenha dado por isso. O meu cérebro deu voltas e mais voltas, a tentar reconstituir a minha manhã e a pensar de que forma, onde, como, quando a podia ter perdido. E nada... nenhuma pista, nenhuma memória útil ou plausível... Não sei se o que me custou mais foi este exercício mental ou a sensação de vazio no dedo... tive de arranjar uma forma de lidar com isto tudo ao longo do meu dia, até conseguir chegar a casa e vasculhar todos os cantinhos possíveis e imaginários. A minha angustia terminou antes de chegar a casa porque a minha querida mana e vizinha assim que chegou a casa fez uma investigação e deu logo com o "gato" na 1.ª tentativa: dentro da luva de lavar a loiça! Ahahahaha!!!! Admito que nunca me passou pela cabeça e nem consigo perceber como é que não dei pela falta…

Estou mesmo orgulhosa

Imagem
No 1.º fim de semana foram as 2 todas contentes e bem dispostas. Mas se a Constança se manteve firme, mesmo não estando a adorar; já a Carlota... depois de 10 minutos de tentativas da professora, que esteve sempre com toda a calma e paciência do mundo... lá fui salvá-la do pranto! Ainda é muito pequena para ir sozinha e por isso vamos esperar por setembro e voltar a experimentar.  Apesar da desistência (previsível) da mana, a Constança não desmoralizou e lá continuou a aula. Na 2.ª semana, na altura de me dizer até já, fez beicinho, disse que afinal não queria ir e mais um chorrilho de desculpas para desistir. Mantive-me firme, apesar de ter um nó na garganta e uma vontade gigante de a abraçar e dizer "ok, vamos embora"... mas respirámos fundo as duas e depois de uma conversa moralizante lá entrou. Os primeiros 10 minutos nem mostrou os dentes, sempre a lançar-me olhares de cachorrinho abandonado... para depois, e à medida que se foi envolvendo nos exercícios, as expressões…

Porque hoje é dia da família...

Imagem
Aqui fica a homenagem à melhor família do mundo. A que Deus me deu e a qual teria escolhido sem hesitar. Mas como família, para mim, não são só os laços de sangue, a homenagem estende-se às amigas de sempre e para sempre. Porque família é acima de tudo ligação. E ligação é no mínimo o que temos entre nós. Feliz Dia da Família!!!! Hoje e Sempre.

Canção de embalar - versão Totas

Imagem
Esta é daquelas recordações que quero guardar para sempre.  Em vez de falar, canta. Podem faltar as palavras bem definidas, mas sobra a memória e, acima de tudo, a melodia! Adoro o "boa noite Constança, boa noite mãe, boa noite pai" mas o que me deixa com a lágrima no olho é o último segundo, no "até amanhãaaaaaa"!!!

A capacidade de síntese da Constança

"Eu fui à casa do amigo do pai. E depois tinha lá uma bebé que chamava-se Núria e depois o pai ajudou o seu amigo e depois cortou dois dedos e depois foi ao médico" Constança 

Parabéns Bruno!

Imagem
No domingo foi almoço de família para cantarmos os parabéns ao Bruno, que já está a ficar um crescido!!! Aos olhos dos irmãos será sempre o miúdo e acho que dos sobrinhos também... 
São 30 e alguns mas já estamos em fase de comemoração por décadas :)
Os miúdos descobriram os fósforos!!!
Ter um terraço destes é cada vez mais um privilégio...  as brincadeiras nunca acabam!
O postal que a Constança fez para oferecer ao Tio/ padrinho Bruno.  Cheio de corações, a mostrar bem o quanto o adora!

Já chega ok?!

Há quem acredite em pragas ou mau olhado ou lá o que quiserem chamar... eu não acredito mas sinto que há fases na vida que parecem filmes de terror, em que as surpresas más não param de surgir... 1.º foi o meu pai com a confusão na medicação; depois a minha mãe com picos de tensão que a deixam a jorrar sangue (literalmente) sem que ainda se perceba muito bem como nem porquê; agora é o Hugo que esmaga 2 dedos?!?! Epah já chega! Se houve alguém a achar que a minha/nossa vida é demasiado alegre e feliz que se dê por contente que já espalhou caos suficiente para um ano inteiro! Ok?!?!

A boa e a má notícia

Imagem
Depois do lanche fomos visitar uns amigos que têm uma bebé pequenina e quisemos repetir a fórmula de sucesso, já comprovada pelo amigo Vasquinho, de levar as chuchas da Carlota para oferecer à bebé. Lá foi a Carlota, toda cheia de orgulho, com as chuchas numa caixinha que depositou, cheia de coragem, no carrinho da pequena Núria. Foi lá espreitar umas quantas vezes mas manteve a postura e resistiu à tentação de voltar a pegar nelas. Claro que à socapa fui lá buscar a caixa, não fosse ter ataques de febre pela ausência das ditas... mas eis que a fórmula se confirma porque na hora de dormir lá fez beicinho e chorou umas lágrimas mas lembrava-se que tinha deixado à bebé e ao fim de 15 minutos já dormia que nem pedra. Noite toda sem interrupções ou ressaca. Acordou toda feliz e orgulhosa por ter conseguido vencer este vício que já começava a afectar os progressos na fala (um dia destes publico um vídeo dela a cantar e vão perceber do que falo!). Em resumo, esta foi a boa notícia do dia.  …

Promessas e desafios de uma vida

Imagem
Na semana passada foi a sessão de cinema mensal com as amigas e a escolha do filme esteve longe de ser unânime!!! Há alturas que estamos em sintonia perfeita, outras que cada uma está com inclinações opostas. É nestas alturas que faço valer o meu título de "administradora" do grupo e escolho eu e fim de discussão. Felizmente correu bem e no fim todas concordámos que foi uma boa escolha! "A promessa de uma vida" é um filme que recomendo, não só pelo actor que gosto tanto, mas acima de tudo pela história que emociona qualquer pessoa, mais ainda quando nos lembramos que se baseia em factos históricos reais. A capacidade que os pais têm de enfrentar tudo e todos pelos seus filhos é uma espécie de super-poder que vai crescendo e que nos torna capazes de tudo o que quisermos. A coincidência engraçada é que no grupo que foi ao cinema, todas (as 5 amigas que me acompanharam) estão prestes a entrar numa nova fase com os seus filhos: em setembro começam o 1.º ciclo! Giro a v…

Para a mãe

Imagem
Ontem foi o dia das festas do Dia da Mãe nos colégios e tirando a correria para chegar a tempo às duas... soube muito bem! Gosto dos 2 colégios e é giro ver o quanto conseguem ser bons mas  tão diferentes na forma como interagem com os pais. Na Carlota ouvimos uma história dedicada às mães, num ambiente super acolhedor e tranquilo; Na Constança fizemos jogos de equipa que incluíram correr com as filhas às cavalitas!!! Estilos diferentes mas com o mesmo efeito: uma experiência especial entre mãe e filha. Para recordação ficam os presentes que me encheram de alegria!!! 
Legenda:  Presente Carlota: bloco de notas para afixar no frigorífico, dentro de uma caixa muito gira! Presente Constança: moldura para pendurar + postal em forma de bolsa de mão

As mães da minha vida

Imagem
Felizmente estou rodeada de excelentes exemplos que me ajudam todos os dias a ser um pouco melhor. Ser mãe é sem dúvida a melhor coisa do mundo mas não é fácil!!!! Nada mesmo! Há dúvidas todos os dias, angústias e imprevistos de perder a conta... E também muitas alegrias que precisamos de ter com quem partilhar. Eu tenho a sorte de ter uma mãe inspiração e como se não bastasse, umas irmãs que estão sempre presentes e disponíveis para o que for. Ser mãe assim é muito, muito mais fácil. Obrigada por me ajudarem a ser esta mãe, a melhor da vida das minhas filhas.  Amo-vos muito

São todos os dias mas hoje um pouquinho mais...

Imagem
Estas miúdas estragam-me com mimos! Acordei com um presente que tive de vestir logo (o vestido da foto) mesmo sendo mais próprio para dias bem mais agradáveis do que o de hoje mas enfim... Pela felicidade destas duas vale tudo... 

As prendas das escolas permanecem segredos bem guardados. Sorte a minha que terei dia da mãe em dose dupla!