Sobre os óscares 2017

A música que não me sai da cabeça desde o dia em que vi o filme, que nos faz sonhar e ao mesmo tempo nos dá um baque de realidade.

O melhor da noite.
Para mim, o melhor do ano.

Mudanças

Mudar de casa nunca é fácil, sobretudo quando se tem crianças pequenas, no caso da mana uma bebé de pouco mais de 1 mês! Independentemente do timing, mudanças são sempre chatas, cansativas, demoradas, dispendiosas... mas quando a perspectiva é mudar para melhor, para ganhar mais espaço, para se terem melhores condições, então o entusiasmo também é outro. Engraçado como também eu mudei de casa com a Constança acabadinha de nascer e quem desempacotou e arrumou tudo foram as manas. Coincidência da vida, chegou a minha vez de retribuir esta ajuda que tanta falta faz e que tanto jeito dá! Sei bem o que é ter tudo num caos, de não saber para onde me virar, de ter vontade de enfiar tudo numa divisão e fechar à chave!!! As coisas parece que nascem tipo cogumelos, sacos e caixas por todo o lado... caótico mas quando é para levar do ponto A para o B, dá trabalho mas é relativamente simples. Agora quando é preciso distribuir entre a garagem do primo, a casa da tia, dos sogros e dos pais... o filme é outro!!!! A casa nova da mana só fica disponível lá para meados de abril e até lá teremos o privilégio de ter a família reunida na casa dos pais! Uma solução provisória que implica uma logística difícil mas que enche de alegria pais, avós, tias, tios, primos e primas. Sem dúvida o encerrar de um ciclo e o começo de uma nova fase, que acredito só vai trazer muitas alegrias!!!! A Francisca terá o seu quarto, precisamente no ano em que já tem com quem o dividir (nada acontece por acaso nesta vida!) e a mana terá finalmente as condições que idealiza para receber a família numa sala ampla e cheia de potencial. Por agora é aproveitar os ares de Casal de Cambra e todas as vantagens de se estar instalado na casa dos pais/avós!!! Bem vindos :)



 


Um por todos e todos por Um!!!!

As minhas princesas!

Não sou fã do Carnaval. Nunca fui, não é de agora. Mas ser mãe, entre muitas outras coisas, exige poder de encaixe. Já oiço falar do Carnaval há umas quantas semanas, acho que depois da euforia do Natal e dos novos brinquedos, começam logo a focar no próximo grande evento/momento de festa - o Carnaval. Entre as amigas, coisa típica de gajas, os planos e preparativos vão surgindo e de mim só esperam que consiga concretizar os seus desejos. Desta vez tiveram exactamente o que pediram: Constança, a princesa Bela ("oh mãe, mas sem o monstro!" - só rir!); Carlota, a princesa Cinderela ("mas o vestido azul, não quero a pobre dos ratinhos" - ahahaha!). Desejos realizados, com a ajuda da minha querida chefe que todos os anos vai à Disney com a filha de 8 anos e por isso tem um guarda-roupa "mágico". São as minhas princesas, que por serem as minhas, são as mais lindas do mundo!!!


Sou tãoooo fã!

Sejam livros, filmes ou séries, adoro as histórias em volta do mítico Rei Arthur. Quando anunciam um filme sobre esta lenda e juntam actores que já fizeram outros filmes que adorei como Tróia, Gladiador, Sherlock Holmes... o difícil vai ser esperar até maio!!!!


Muitos parabéns Vasquinho!

O Vasquinho e a Carlota nasceram no mesmo ano e não sei se pela proximidade ou por simples afinidade, a verdade é que se entendem muito bem. Às vezes bem até de mais, para dor de cabeça aqui dos pais!!! São os 2 reguilas, gostam de testar limites, aventureiros, com baterias extra, sempre energéticos e ambos com muitaaaa pinta. É o que os vai safando... com aquele ar de crianças mega amorosas é (quase) impossível uma pessoa chatear-se a sério. Espero que continuem assim, crianças desafiantes mas que nos enchem de alegrias! Muitos parabéns querido Vasquinho, tens 4 fãs lá em casa :)

Bem-vinda ao clube!


A amiga e comadre Dora vai ter uma MENINA!!!! Depois de 2 rapazes, lindos e maravilhosos, a caminho temos uma menina para equilibrar os humores lá de casa. Sei que se a caminho viesse um rapaz seria recebido com igual felicidade, mas sendo menina ganha uma emoção especial. O amor de mãe de meninos ou mãe de meninas é o mesmo, mas o tipo de relação, brincadeiras, afinidade, ligação, sintonia, passagem de testemunho... tudo é diferente. Tem a ver com os feitios mas muito com o género, diga-se o que se disser. Fico verdadeiramente feliz com esta boa nova, que nos vai aproximar ainda mais, na troca de experiências, na partilha de alegrias e angústias. Muitos parabéns queridos compadres!!!

Estou fã. E agora?!

Já tinha ouvido falar no Netflix mas nem nunca fui espreitar porque a ideia de pagar mais para ter acesso a mais conteúdos, quando nem tenho tempo para ver tudo o que gostava no serviço que já pago (e não é pouco!), não me pareceu bom negócio. Até ter estado em casa de uns amigos que não têm meo, nem nos, nem vodafone porque optaram por ter só este serviço online. Pagam 7.99€ por mês e conseguem ver séries, filmes e documentários na televisão ou no tablet ou no telemóvel. Para além de ser possível ver, ao mesmo tempo, nos diferentes ecrãs, definem-se os utilizadores e os interesses associados, ou seja, eu selecciono as séries e os filmes que tenho interesse em ver e a partir daí sugerem-me outros dentro do mesmo género. Mas útil mesmo é ser possível ter um utilizador para as manas C., com conteúdos exclusivamente infantis (sem o risco de irem parar a vídeos parvos ou nada próprios para a idade delas) e sem publicidade! Estamos neste momento a meio do "mês grátis" e só vos digo que vai ser difícil desistir deste serviço... 

Amei esta série com a história biográfica da família real do Reino Unido. Super fiel aos factos históricos e com uma produção para lá de brutal. Sem dúvida uma das melhores séries de sempre!


De um género totalmente diferente, esta teve o efeito da Guerra dos Tronos e vimos os episódios da 1.ª temporada de uma só vez. Numa só noite vi 7 episódios seguidos mas o Hugo fez quase directa para ver até ao fim. É uma adaptação dos livros das Crónicas Saxónicas, escritos por Bernard Cornwell de quem sou leitora feroz! Esta série relata o ambiente vivido em 872 quando muitos dos reinados que hoje compõem a Inglaterra caíram nas mãos dos Vikings. Esta história acompanha o jovem Uhtred, que perdeu os pais num dos ataques vikings e que é levado e criado por eles. Uhtred cresce e, claro está, torna-se um guerreiro ímpar que, passado várias reviravoltas, torna-se cúmplice do Rei Alfredo na missão de unificar os reinos e transformá-los no que conhecemos hoje como Inglaterra. Simplesmente viciante. Nota 10!!! E o melhor de tudo, há 2.ª temporada prevista para breve.

A questão que me coloco neste momento é, será que não vale muito mais a pena ter um serviço deste tipo, com um custo bem mais simpático do que os 86€ por mês que pago à meo, onde estão incluídos um sem número de canais mas que nem sequer vejo?! Mais o telefone fixo, do qual nem o número sei... é fazer contas, pensar nos prós e contras e quem sabe... experimentar por uns tempos. Independentemente da decisão, este mês de oferta já ninguém me tira!

Muitos parabéns Kikas!

A nossa menina de olhos azuis faz anos hoje e tem sido incrível vê-la crescer! São 6 anos de amor desmedido. A loucura pura que sente pelas primas e pelos primos, o abraço apertado que nos dá e o sorriso rasgado que nos oferece sempre que nos vê é de uma intensidade inexplicável. Herdou da mãe o amor profundo à família e do pai a capacidade de entrega aos outros. Tem este ano vários desafios pela frente: a descoberta do amor entre manas (e o de deixar de ser filha única); a mudança de casa; a entrada no 1.º ano! Cada um à sua maneira vão exigir muito da nossa menina mas o importante é que os vai enfrentar muito bem preparada e segura de que não está sozinha. Tem a Graça de viver rodeada de amor, de ter nascido numa família de uma entrega total aos seus por isso tem tudo para correr bem! Cá estaremos para te ajudar a crescer e a manter esse sorriso que vem do coração. Amo-te muito minha Kikas!!!!


Falta 1 mês!

Dia 15 de março vou tirar o aparelho!!!! Foram quase 2 anos com estes ferros estranhos na boca que, digam o que disserem, são chatos como tudo. Apertam, moem, ficam com coisas agarradas, atrapalham a falar, a sorrir... não é o fim do mundo, há coisas bem piores, a pessoa sobrevive - aprende a viver com ele até com grande normalidade, mais do que a minha expectativa inicial. Mas se estava, se estou, mortinha para o tirar?! SIM!!!! Por mim tinha sido já ontem, porque o meu objectivo nunca foi ficar com os dentes de estrela de Hollywood, antes uma obrigatoriedade para poder colocar os 2 implantes (1 de cada lado) que me irão completar a dentição inferior. Resumindo, são boas e más notícias ao mesmo tempo: tiro o aparelho mas não me livro da obrigação de usar o aparelho de contenção pelo menos mais 1 ou 2 anos. E pelo meio serão 2 implantes que vão requerer mini cirurgias que não fazem com anestesia geral... para além de não serem comparticipados por nenhum seguro! Enfim, sei que vou sobreviver e que no final vai valer a pena. Um passo de cada vez. Hoje estou feliz porque faltam 28 dias para a consulta de remoção do aparelho!!!!!

Apresento-vos os meus novos sobrinhos!

Incrível como o corte de cabelo consegue mudar uma pessoa... no caso lá de casa, 2 de uma vez só! O Miguel está outra criança, parece que mudou tudo... o Simão está um miúdo crescido, de repente igual - na cara e no corte de cabelo - ao pai! No dia fui assistir ao jogo de futebol dele e não o vi, literalmente, em campo... não é que desgoste, pelo contrário, mas estão outras pessoas. 



Humildade

Palavra em desuso, atitude cada vez mais rara. Aplica-se em qualquer área de trabalho, tanto na esfera profissional como na vida pessoal. Ser humilde é reconhecer que falhamos; é reconhecer que não estivemos bem ou que conseguimos melhor; é, acima de tudo, ter noção das suas limitações e não fazer disso uma falha, antes uma alavanca para tentar fazer sempre mais e melhor. Foi essa a atitude da Adele na noite dos Grammys: primeiro parou de cantar e recomeçou porque teve noção que não estava a correr bem, depois porque achou que o prémio de melhor álbum, melhor canção, melhor gravação devia ser dividido com Beyoncé e partiu - literalmente - o prémio ao meio. De facto humildade é mais do que uma palavra, é a atitude de quem a consegue pôr em prática. Para mim ser artista, ter protagonismo devia ter este papel para a sociedade: dar exemplo - dos bons, claro! Obrigada Adele :)

Mais que um musical

Musicais não são propriamente o género preferido da malta das sessões de cinema... mas com tanto alarido, tantas nomeações, tantas criticas (positivas e negativas também), impossível ficar indiferente. E ainda bem que o efeito "curiosidade" nos levou (leia-se, a mim e à Dora!) a ver o filme no cinema. Em casa não teria tido o mesmo charme... gosto de música, gosto de dança, gosto de jazz, não gosto assim tanto de filmes românticos. Mas La La Land surpreende por ser mais do que uma comédia romântica cantada. É uma história de encontros e desencontros, que nos faz pensar no impacto que as nossas escolhas (grandes ou pequenas) têm na nossa vida. Mais que um musical, mais que uma história de amor, é uma história de vida, contada com magia, com mestria, com desfecho em modo "vida real", que nos deixa a pensar no quanto os caminhos que seguimos determinam o que somos hoje. Gostámos muito!


Em teoria, é isto

Concorde-se ou não com os ideias políticos, admiro sempre a coragem de quem abraça uma carreira política, que dá a cara pelas suas convicções e aposta tudo em nome do seu país. Em teoria todos os políticos deviam ser assim, colocar os interesses de TODOS acima dos seus, ambicionar justiça social, bater-se por um futuro promissor para o seu país. Quando é uma mulher a fazê-lo, e a saber fazê-lo, sinto-me orgulhosa. Tenho muito medo dos fundamentalismos, das posições extremistas, dos exageros... mas contra argumentos como estes, fica difícil não concordar. Veremos que Europa teremos (ou não...) depois das eleições em França.


Viver a vida em modo vida real

Depois de falar do foco nas prioridades, de conseguir desligar do mundo "fora de casa", nada como dar de caras com este vídeo que explica tão bem o quanto é urgente viver uma vida real! Sem dúvida um alerta que todos - a sociedade actual - precisa ouvir, acima de tudo pôr em prática. 

Uma questão de prioridades

http://observador.pt/opiniao/desculpe-mas-agora-tenho-que-desligar/

Confesso que não sou daquelas mães que deixa tudo o que tem para fazer para rebolar no chão com as minhas filhas. Quando chego a casa há tarefas urgentes para fazer, como preparar jantar, dar banhos e afins. Não consigo sentar-me no sofá a ouvir como correu o dia mas faço-o ao mesmo tempo do que precisa de ser feito. Chama-se ser polivalente. Chama-se a isto, vida real. Agora se há coisa que faço questão de cumprir é olhar o menos possível para o telemóvel enquanto elas não vão dormir. Trabalho das 9h às 18h com dedicação e empenho mas depois disso desligo. Estou na mesma agência há quase 9 anos porque me permite seguir esta rotina religiosamente. Já surgiram outros desafios profissionais, com mais dinâmica, outras perspectivas de evolução e mais dinheiro mas, como em tudo na vida, em troca de mais tempo meu, que teria de tirar da minha vida pessoal para apostar numa suposta carreira. O que tenho a dizer é: não, muito obrigada. Se pudesse, houvesse essa possibilidade, trabalhava era em part-time para poder estar ainda mais tempo com as minhas filhas! Há quem lhe chame comodismo, eu chamo prioridades. Quero vê-las crescer, quero saber como foi o dia delas, quero aturar birras (q.b.!), quero ser eu a ver as mochilas e o caderno dos T.P.C., quero jantar em família, quero ler uma história ao deitar, quero estar ali. Quero que elas percebam que ficam na escola das 8h30 às 18h30 porque os pais precisam de trabalhar mas que o tempo que sobra é para elas, para as nossas coisas de casa, de família. Do trabalho vem o pão e a nossa realização profissional mas o mais importante, acima de tudo o resto, é a família. São elas na minha vida. É esta a minha prioridade, hoje e sempre.

Ser feliz? 25 hábitos que os psicólogos associam à felicidade

Ser feliz? 25 hábitos que os psicólogos associam à felicidade


Há alguns muito óbvios e que ponho em prática com regularidade, outros nem tanto... mas o que me deixa tranquila é saber que a felicidade tem tendência a crescer com a idade. Da minha experiência até aqui, confirmo. A cada ano que passa, mais feliz me sinto. E sei que não é pelos bens materiais mas pelas pessoas que me rodeiam. Sejam felizes :)

O poder da publicidade - parte 2

Há os que passam uma mensagem. Depois há os que nos fazem chorar a rir. Sem dúvida, os mais eficazes.


O poder da publicidade

Sou suspeita, eu sei. Mas bons anúncios são os que mais do que vender um produto, conseguem passar uma mensagem. Esta é das boas, daquelas que espero conseguir transmitir às minhas filhas - podem conseguir o que quiserem. Basta que sonhem (e trabalhem muito) para isso!


Silêncio.

Há filmes que nem o título fica. Há histórias que passam por nós que pouco ou nada deixam. Não é o caso do filme Silêncio. É longo, duro, realista, intenso e que dá que pensar. No que já foi mas no que continua a ser a fé - Deus - para os Homens. Pensar que ainda hoje há quem não possa professar a sua fé livremente é, no mínimo, assustador. Este filme é uma lição de vida, de alguém de carne e osso - português ainda por cima! - que partiu em missão, que passou uma vida de provações, de silêncios longos e profundos. "Felizes os que acreditam sem terem visto" mas que O sentem no seu íntimo. Não percebo como é que não está nomeado para Melhor Filme nos óscares... só prova que há "temas" que continuam a ser relegados, para dar espaço a romances de cordel. Assim se passam séculos de história e continuamos a viver num mundo em que as escolhas religiosas condenam milhares de vidas...

Estragam-me com mimos!

Para além dos parabéns surpresa na noite do meu aniversário, já jantei com as comadres, com as amigas, almocei com a família Peres no sábado e domingo com a Vaz. Hoje almoço de equipa para receber mais um presente. Passou mais de 1 semana mas continuo a sentir-me em festa e muito especial na vida dos que me rodeiam. Mais uma vez, MUITO OBRIGADA!


Com as comadres escolhi a especialidade do jantar (sushi - que saudades e como gosto daquilo!); 
Na 6.ª escolhi o filme (Silêncio - simplesmente maravilhoso!), faltou a foto de grupo com todas as que foram só jantar + as resistentes que foram à sessão de quase 3 horas em nome da nossa amizade + a grávida que está com uma relação muitoooo próxima com o wc (ainda chamam "estado de graça"); 
Sábado foi a 1.ª visita da Frederica à casa dos avós Peres, para delírio de toda a família, em especial das madrinhas e padrinho babados! 
Domingo cantámos os parabéns a duplicar na casa do Tio Bruno (a preferida dos miúdos, onde tudo é permitido). 

A encomenda chegou!

Estou cada vez mais fã das compras online. Compras de supermercado no fim do dia, podre e cheia de vontade de chegar a casa ou no fim de semana a aturar confusão e perder tempo com a família ou de descanso... acabou! Escolho o que quero, ou melhor o que preciso e o que está em promoção (vou sempre direta ao folheto da semana!) e sentada comodamente em frente ao computador despacho as compras que me chegam depois dentro da minha cozinha, faça chuva ou faça sol. Totalmente rendida.
Mas para além dessas compras também arrisco outras como sapatos ou roupa. Mais arriscado é verdade mas também são compras mais focadas, com atenção às promoções/descontos e sempre só quando as entregas/devoluções são gratuitas. A Fnac é outro tipo de compra de que sou fã. Vou espreitando o site, fazendo a lista dos livros que quero muito ler e depois, quando consigo ou quando as promoções aparecem faço a encomenda. Hoje chegaram os livros que queria tanto acrescentar à minha colecção do mundo fantástico da Julliet Marillier! Graças ao presente do meu padrinho, que me chegou via postal, concretizei este desejo. Há quem não goste de oferecer ou receber vales ou dinheiro como presente, por poder ser percebido como impessoal, mas para mim é a certeza de que a pessoa irá escolher o que quer, o que lhe apetecer ou o que mais lhe faça falta, seguindo os seus próprios critérios. O mundo digital pode ter muitos perigos, muita coisa negativa mas há que concordar que  também faz magia acontecer. 


Nota: E de repente tenho 6 livros à minha espera - terminar a triologia do "Guerreiro de Roma", estou quase a acabar o 1.º; "A verdade sobre o caso Harry Quebert" que recebi da Ana Lúcia e "Silêncio" que trouxe emprestado de Londres para poder ver a diferença entre o livro e o filme, que espero ir ver hoje. Mas sem pressão! Adoro ter livros à minha espera :)

Obrigada amigas!!!!

Como se não bastasse irmos jantar a um sítio/especialidade escolhida por mim, tive também direito a mais um presente muito especial. Ou melhor, dois presentes mega especiais! Uma mala preta, que andava a clamar a falta há uma eternidade... e, o mais especial de todos, uma moldura com algumas fotos que ilustram bem o quanto a nossa amizade faz de nós pessoas mais felizes. Obrigada minhas amigas, comadres e companheiras de aventuras e desventuras. Estamos juntas!


Presentes especiais

Adoro fazer anos, pela celebração da vida! Tento sempre que seja um dia diferente, fora da rotina normal do dia-a-dia para entrar no novo ano com outra energia e na melhor das companhias. Sinto-me uma verdadeira privilegiada por todos os anos conseguir fazer algo diferente e por todos os anos receber mensagens e presentes que me fazem sentir especial na vida dos que me rodeiam. Dizem que a amizade não se agradece, retribui-se. Mas eu tenho muito que agradecer, tantas pessoas que fazem a diferença na minha vida. Pequenos gestos, uma simples mensagem, um postal especial, presentes inesperados, presentes perfeitos. Tenho tudo isto porque consegui encontrar as melhores pessoas do mundo para fazerem parte do meu mundo. MUITO OBRIGADA!!!

Foram muitas as mensagens, vários os presentes mas não resisto em partilhar alguns que foram para lá de especiais...
# Obrigada Huguinho pela viagem que me realizou um sonho! 
Somos uma dupla de rezingões mas que estamos sempre lá um para o outro. 

# Obrigada maninha Andreia pelos presentes antecipados que me acompanharam em todos os passeios! Abençoado conjunto de gola + gorro :)

# Obrigada amigos Ricardo e Isadora, pela hospitalidade, pela surpresa e pelo presente original. 
Sem dúvida uma recordação cheia de sentido de humor British ;)

# Obrigada querido padrinho Luís por seres um padrinho que mesmo à distância se mantém tão presente na minha vida. Vivemos em cidades diferentes, mas nem assim deixamos de ser pessoas especiais na vida um do outro. Obrigada pela mensagem e pelo postal, que nunca - mesmo nunca - falha. 


# Obrigada maninho pelas botas, pelo O Livro das Coisas Boas - que amei!!! Mas acima de tudo pela mensagem no embrulho, escrita por ti do fundo do coração. Quem tem a agradecer sou eu por existires na minha vida

# Obrigada Ana Lúcia pelo presente totalmente inesperado, à minha espera em cima da minha mesa quando hoje cheguei à agência. Estou ansiosa para ler mais este livro que teremos depois em comum, entre tantas outras histórias. 

# Obrigada Andreia Camões, a minha colega e amiga que é prova viva de que no trabalho também se fazem amigos! Surpresa boa quando abri o Facebook e li esta mensagem :)

# Obrigada aos pais maravilhosos que tenho, que estão sempre lá para mim! Tal como os cunhados preferem dar dinheiro para que seja eu a decidir o que mais me faz falta: obrigada queridos pais pelo casaco bem quentinho, perfeito para a viagem e aos queridos cunhados pelos ténis super fashion que comprei nos saldos da Bimba&Lola ;) 

# Obrigada às comadres fixes que já reservaram tempo nas suas agendas para jantar comigo hoje! Vamos finalmente experimentar o sushi do Honorato, mais um sítio chique que só faz sentido ir com vocês.

# Obrigada ao clã do cinema que com tanta antecedência marcou a próxima sessão para esta 6.ª feira para celebrar o meu aniversário! Sabemos o valor da amizade quando me deixam escolher o filme e estão dispostas a ir mesmo correndo riscos de saúde gravíssimos... estamos juntas!


Do fundo do coração, muito obrigada a todos, a estes que destaquei mas também a todos os outros que me fizeram e fazem sentir especial nas suas vidas. *

*Sandra Peres antes que comeces a hiperventilar, a ti agradeço o presente mais especial de todos, a chegada da minha sobrinha e afilhada Frederica!