Assim não vai lá...

Nem a propósito... acabei de ler uma notícia sobre os tectos das despesas para o IRS e a mim só me dá vontade de rir... rir para não chorar, claro! Aqui está uma prova viva do que escrevi no anterior post. Os valores estipulados como máximos são no mínimo ridículos! Despesas com educação 760€?! Isto gastamos nós em 2 meses!!! Enfim... definitivamente não é com medidas destas que o Governo convence quem quer que seja a aumentar o agregado familiar...

Também quero muita coisa...

Passos quer mais bebés portugueses. E o que fez o Governo nos últimos 3 anos? - Dinheiro Vivo

A taxa de natalidade decresce todos os anos. Todos os anos se fala que morrem mais pessoas do que nascem bebés. E o que é que se tem feito sobre o assunto?! Podem ler na notícia aquilo que todas as famílias sentem no bolso: tudo piorou. Eu por mim falo: não tenho direito a abono; não noto nenhum impacto positivo no reembolso do meu IRS; não tenho qualquer benefício no pagamento dos colégios das minhas filhas; o rendimento lá de casa diminuiu com os últimos cortes orçamentais; os gastos mensais fixos como a luz, a água, o gás têm aumentado todos os anos; já para não falar da conta de supermercado ou de vestuário! Tudo isto me tem conduzido a um estado de revolta permanente contra este sistema/estas políticas que nos fazem ter uma vida tão limitada! Não há espaço, ou melhor recursos, para se idealizar uma família maior; para se pensar em actividades extra-curriculares; para programas diferentes nos fins-de-semana ou nas férias... tudo tem de ser muito bem pensado, muito ponderado e sobretudo calculado. E eu sei que nem me posso/devo queixar muito porque tanto eu como o Hugo temos empregos estáveis e dos quais gostamos. Sei que há muitas famílias em que a situação não é de revolta mas sim de sufoco, com desemprego ou condições precárias que elevam este drama ao quadrado... 
Mas aqui falo do que sinto, do meu mundo, do mundo que hoje conheço. Muito diferente do mundo ideal, do mundo em que gostava de viver. Falo de uma sociedade mais justa, onde quem trabalha e desconta tudo certo também tem direito a apoios ou benefícios básicos como tectos ajustados nos escalões do IRS para a educação e saúde ou direito a abono de família ou simples apoio para actividades extra-curriculares. Onde os valores da família são o mais importante e por isso a gravidez, a licença de maternidade e a disponibilidade para os filhos não é vista como um "contra-tempo" na vida profissional... onde a família está de facto em primeira prioridade e por isso o tempo para estar em e com a família é maior do que o tempo que se passa no emprego... em que o que se ganha chega para viver para além do básico... enfim... onde se trabalha para viver e não, como hoje, se vive para trabalhar.
Mas é aguardar e esperar para ver que medidas de apoio à natalidade teremos num futuro próximo. Se forem extraordinárias talvez cumpra o sonho de ter 3 filhos... quem sabe?!?!

Afinal ainda há esperança para o mundo

Ajudaria uma criança com frio?

Bons filmes!

Para quem gosta de bons filmes, estes são incontornáveis! O 1.º deixou-me em alto stress, o 2.º à beira das lágrimas. Os 2 com o coração bem apertado!!! Num fim-de-semana que se espera com frio e aguaceiros... parece-me um programa a recomendar!



Parabéns Vasquinho!


Hoje é dia de festa na casa do Vasquinho para apagar 2 velitas! Este miúdo é a versão rapaz da minha Carlota ou vice-versa, tendo em conta que a Carlota é mais nova... enfim! A questão é que eles apresentam feitios muito parecidos e talvez por isso se entendam tão bem! O engraçado é que a par do seu ritmo alucinante também é uma criança muito tímida e é neste ponto em que a sintonia com a Constança é total. Resumindo, as minhas filhas gostam muito do Vasquinho (e do Duarte também!) e por isso o entusiasmo para logo à noite é total! A Constança hoje até brincava a dizer que a Carlota é a "namorada do Vasquinho!" - quem sabe... eu cá não me importava mesmo nada! Ahahahahahaha

Noite perfeita

Ontem foi noite de jantar com as amigas e madrinhas da minha Constança. Por mais cansada que uma pessoa se sinta, o cansaço acaba sempre por ser substituído por uma sensação tão boa de conforto... a conversa flui tão bem entre nós que nem damos pelo tempo passar. Fazemos partilhas, desabafos, comentamos isto ou aquilo e os temas parecem não ter fim! Desta vez até o local foi a cereja no topo do bolo: Mercado de Campo de Ourique. É um novo conceito com diferentes tasquinhas espalhadas pelo mercado, que mesmo à noite tem as bancas da fruta abertas! O espaço está muito giro, a comida de óptima qualidade e o ambiente muito acolhedor. Como está na moda e ainda é muito recente tem o "inconveniente" de até numa 4.ª feira à noite estar a abarrotar... tirando isso, brutal! Excelente iniciativa. Noite perfeita.

Ah! Então é disto...

Recebi os resultados das análises da medicina do trabalho e diz que estou com anemia. Fiquei meio surpresa, meio aliviada porque pelo menos encontro uma explicação para a estupidez de cansaço que sinto nos últimos tempos! Claro que não são boas notícias, mas ajuda a perceber que afinal não estou mais pálida só porque o sol não tem aparecido nas últimas semanas, nem mais podre por culpa das noites mal dormidas. A conjunção de tudo é que é capaz de me deixar assim mais para baixo... agora feito o diagnóstico é ir atrás da resolução do problema, que não tarda chega a primavera e tenho de me pôr fresca!!!

Parabéns Francisca Maria!!!

3 anos!!! 
A minha sobrinha já tem 3 anos! Por 2 meses tem a mesma idade da prima, com quem adora brincar ao faz de conta. A festa foi ontem num espaço daqueles que agora está na moda e que os miúdos amam! Tem tudo o que mais gostam: insufláveis, pista de carrinhos, casinha de bonecas, pinturas faciais e até uma discoteca! No fim sentam-se todos para lanchar e cantar os parabéns à aniversariante. A Francisca não podia estar mais feliz, ali rodeada de todos os amiguinhos, a fazer tudo o que mais gosta. Foi uma alegria partilhar este dia com ela, vê-la toda feliz no alto dos seus 3 anitos.



Só espero que continue a crescer assim, sempre de sorriso aberto e abraço apertado. Olho para ela e antevejo uma pessoa feliz, de bem com a vida e a fazer o que gosta. Tem veia de artista e a julgar pelo padrinho mega viajado vai ser uma cidadã de mundo, quem sabe?!... Eu cá estarei para apoiar qualquer que for a escolha que faça. Para já, é aproveitar cada segundo desta infância feliz. Amo-te muito minha kikas!!!

Estes dois...


No sábado fomos jantar à casa da Ana e do André, programa que todos adoramos, sobretudo a Constança que se delícia com os cadernos e desenhos que o primo sempre tem à sua disposição para pintar. Depois de um longo serão de conversa e brincadeiras, a tia Ana lança o convite para a Constança dormir com o primo e não é que ela nem pestanejou?! Eu e o pai a insistir mil vezes, "Constança tens a certeza?!" e a resposta sempre decidida foi a mesma "sim, quero". Opá fiquei de coração apertado!!!! Não por ela ficar a dormir mas pela atitude de crescida! E lá adormeceu às mil maravilhas, acordou à noite para ir à casa de banho e voltou a dormir sem sobressaltos. Mesmo crescida esta minha filha!!!!
Obrigada Tios por este programa que nos permitiu dormir a noite toda a 2 ;) mas preparem-se... abriram um precedente! 

Ah! A tia Ana está a tornar-se uma verdadeira especialista em cabelos! Para além de ser a cabeleireira oficial das pequenas, fez a bela surpresa de oferecer "A" escova mágica! É uma escova para o cabelo "no tears" especial para crianças, fácil de segurar o que facilita que a Constança se consiga pentear sozinha, mas o "poder especial" é que não magoa mesmo nada!!! A Constança está fã :) Agora só falta querer usar ganchos ou elásticos... mas cada coisa a seu tempo!

Sai mesmo à mãe!

Falava eu que não ligava nada ao dia dos namorados mas a verdade é que me soube mesmo bem chegar a casa e encontrar 2 presentes à minha espera! O 1.º foi feito pela Constança no colégio e dedicado à "mãe" que me deixou com o coração a rebentar de alegria!


O outro presente foi do marido mas com dedo da Constança, que na hora de escolher mais uma peça para a pulseira da mãe, não hesitou e apontou para a que mais brilho tinha! 
Adorei os presentes, mas sobretudo a atitude :) 
Abençoada família!!!!!

Feliz dia dos namorados


Não ligo grande coisa à data e não é de hoje. Vem desde sempre. Não gosto de gestos/declarações só porque sim, porque "hoje é dia de..." mas tal como outras datas, acaba por ser um dia especial para celebrar um acontecimento, neste caso um namoro. O meu já vem desde a adolescência! Já lá vai mais de metade da minha vida!!! Hoje à noite jantamos com os amigos, como vem sendo hábito nos últimos anos e celebramos esta data na companhia não só um do outro mas também dos amigos, com quem também acabamos por ir partilhando a vida. Acaba por ser mais uma oportunidade para sairmos da rotina, para jantar fora, para conversar, para rir e passar um bom momento entre amigos. 

P.S.1: No colégio da Constança falaram no dia de S. Valentim mas sem grande alarido, apenas explicando o significado da comemoração. Hoje quando a deixei, dei um beijinho e disse "Constança, feliz dia de S. Valentim!" e foi lindo ver a reacção: sorriso aberto e responde baixinho "oh mãe isso é só para os crescidos!" Tão linda a minha menina!!!!!!!

P.S.2: Uma palavra especial ao meu namorado de sempre: és o...

da minha vida!

Estou como o tempo... assim-assim...

Estou farta, mesmo farta deste tempo sinistro... tantas semanas seguidas de chuva, de frio, de céu cinzento... grgrgrgrrg! Sei que é inverno e sendo inverno este tempo tem tudo de normal mas para mim chega! Já vi nas previsões que apesar das temperaturas baixarem parece que o sol vai dar o ar de sua graça este fim-de-semana. Pois que espero que sim porque sou daquelas pessoas com estado de espírito em sintonia com o estado do tempo e para mim rebenta a bolha!!! 

Os progressos da Constança

A Constança gosta do colégio e nunca ficou a chorar. Nisso as manas são iguais. A diferença, pelo menos até aqui, tem a ver com a atitude. Enquanto a Constança sempre foi, e é, muito tímida, muito caladinha e sossegada, já a Carlota chega e toda a gente percebe. Mas hoje o assunto é a Constança e a sua evolução. O colégio tem uma página no facebook, reservada apenas aos pais e familiares, onde vai partilhando as várias actividades das diferentes salas. Semanalmente publicam a descrição do que os meninos fazem no fim-de-semana e até agora a descrição da Constança tem sido sempre a mesma "Brinquei com a mana". Isto semana após semana... não é que não seja verdade, porque brincam todos os dias, mas não descreve nem de perto nem de longe o que costuma fazer. E eis que hoje, numa visita à página, sou surpreendida pela nova descrição da Constança: "Fui passear à casa da avó e do avô, os pais do pai e da mãe. A Calota tá agora na escola" Constança" - Uauuu!!!! Comentei logo eu, porque até fiquei meio tonta com tanta informação!!!! E também meio baralhada porque não percebo muito bem o que quis dizer com "os pais do pai e da mãe"?! Será que acha que os avós são os pais do pai e mãe?! Medoooo!!! Vou investigar! Mas certamente foi um falha de expressão e interpretação ;) Mas continuando... estava eu já muito feliz com a evolução brutal da Constança, quando vejo novas fotos com a minha pequena como protagonista! Num álbum a partilha do nosso trabalho de fim-de-semana, acrescentar "algo" à boneca Nica, e noutro a ida ao ecoponto com uma colega de sala. As fotos estão todas lindas, mas o que me impressionou foram 2 aspectos: 1.º o ar de crescida, com mais à vontade e segurança; 2.º o ar de criança feliz. Só espero que continue assim, sempre com este sorriso lindo!!!!

A Nina chegou a nossa casa com cabelo, olhos e vestido. Nós decidimos acrescentar algo essencial: a boca! P.S.: olhem só o pormenor da unha cor de rosa!!!  Adoro!!!

"À Nina uma boca tive de fazer
Para provar a papinha saborosa.
Assim desta forma já pode comer,
pois parece-me que é muito gulosa"
("gulosa igual a mim", diz a Constança!)

Responsável por ir ao Ecoponto

"Humm.... deixa pensar..." pensa a Constança
A decisão não foi fácil!!! 

Esta semana a escolha foi fácil

Vimos o trailer numa das anteriores idas ao cinema e decidimos logo que era daqueles filmes que todas gostávamos de ir ver. As recordações que temos da Mary Poppins fazem-nos ter as expectativas bem lá no alto... a ver vamos se não nos desiludimos.


Não era preciso tanto...

A adaptação da Carlota está a dar que falar porque se o 1.º dia correu bem, ficámos muito na expectativa de como seria o 2.º, já que chegando ao colégio já saberia ao que ia. E eis que chegou, viu a educadora e... foi a correr para o colo dela. Claro que é um excelente sinal mas, caramba, não era preciso tanto... :)

Ufa...

O ataque de varicela na Constança foi ligeiro, graças a Deus! Tem muitas borbulhas na barriga, costas, pescoço e cabeça mas não tem febrões nem uma coceira de dar dó. Hoje ficou nos avós e está toda bem disposta por esta novidade na rotina e por ser o centro das atenções. Quem não gosta?!...
Mas o maior "ufa" de hoje vai para a Carlota: 1.º dia no colégio a correr lindamente! Ficou sem chorar (não percebeu muito bem onde se estava a meter... amanhã é que vão ser elas!), almoçou muito bem e adormeceu sozinha sem chorar.  Estive aqui de coração apertadinho mais pelo concretizar desta nova fase da vida dela do que propriamente de preocupação com a adaptação. Não me surpreende que esteja bem disposta e a portar-se bem. Esperava isto. O que custa é mesmo este sentimento de vê-la crescer... de sair do colinho da família para passar a relacionar-se com novas pessoas, outros espaços, novos amigos, numa rotina de "menina crescida", igual à irmã...