Oficialmente de brincos!

Quem começou o assunto foi a Carlota. De vez em quando perguntava porque não podia usar brincos a sério, sem ser os autocolantes que a tia Ana ofereceu. Respondia sempre "quando fores mais crescida furas as orelhas!" e pronto. O assunto passava. Até que a pergunta começou a ser diária! Todo o santo dia, depois de pôr creme e pentear vinha a conversa dos brincos. O autocolantes descolavam num instante por isso deixaram de ter piada. A seguir chegaram as comparações: a prima Francisca já tem brincos a sério, a amiga da Constança que vai connosco à piscina também, na escola algumas amigas usam todos os dias. E como se esta pressão não fosse suficiente, a madrinha Dora lembrou-se de falar no assunto e a partir daí não deu para continuar a ignorar este desejo da filha mais vaidosa e pirosa de sempre! Até porque sempre disse que quando pedissem iria com elas. Estava era à espera que a ordem fosse a inversa, ou seja, que fosse a irmã mais velha a falar no assunto. Mas nada disso... a Constança, apesar de também ser muito menina, de adorar pintar as unhas e usar pulseiras e bandoletes, não é tão afoita nas novas experiências. Precisa de ver os outros para ganhar autoconfiança e querer experimentar. E assim foi, a Carlota toda entusiasmada, segura e firme da sua decisão; A Constança escolheu uns brincos mas disse: "1.º a Carlota. Se ela não chorar então eu também quero!". Tão inteligente e ponderada esta minha linda filha :) Sorte que encontrámos uma para-farmácia que faz os 2 furos ao mesmo tempo, o que simplifica muito o processo e o torna praticamente indolor de tão rápido que é. A Carlota nem pestanejou!!! E vendo a mana inteira, feliz e sem uma lágrima, a Constança também se decidiu! Foi uma verdadeira emoção para mim, segurá-las no colo num momento tão marcante como este e senti-las radiantes com a novidade!


Obrigada amiga e comadre Dora pelo encorajamento e companhia aqui à mãe de meninas! E outro obrigada pelo patrocínio dos brincos da afilhada :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque é preciso haver quem faça

Os amigos são a família que escolhemos

Estamos prontas!