Que orgulho maninha!


A mana Andreia é sem dúvida a pessoa que conheço mais apaixonada pela profissão que escolheu e que tem a sorte de exercer. Digo sorte porque apesar de trabalhar há 13 anos continua sem vínculo efectivo de trabalho, ou seja, faz parte dos muitos professores Contratados, que ano lectivo, após ano lectivo ficam de coração nas mãos, sem saber se vão ter trabalho ou onde vão parar. 13 anos de dedicação, de empenho, de entusiasmo e em troca o Estado continua sem ter a capacidade de assegurar a estabilidade quer da professora, quer das escolas, quer dos alunos - no limite os mais prejudicados no meio disto tudo. É também por isso que a polémica dos contratos de associação me enerva solenemente porque motivos não faltam para que se concentrem todos os esforços nas escolas públicas - a contratação de professores é só um deles. Mas polémica à parte, a partilha que quero fazer hoje tem a ver com o Dia da Criança e a presença do nosso 1.º Ministro e Ministro da Educação precisamente à escola onde a mana Andreia este ano está a dar aulas, no concelho da Amadora. Aliás foi a escolhida para receber em sala os ilustres convidados, com quem teve a oportunidade conversar e trocar algumas opiniões, entre elas - claro está - a de que a estabilidade deveria ser assegurada a quem há mais de 1 década se dedica ao ensino das nossas crianças. Sei que terá representado muito bem a sua classe e que a dignificou ao mostrar o seu trabalho em sala, os seus projectos e aplicação da sua tese de mestrado que tanto lhe custou mas que tanto lhe tem dado em troca. 
Esteve presente a comunicação social em peso mas enganam-se se pensam que com o objectivo de dar visibilidade à escola, aos seus projectos e aos seus alunos. O que saiu nos vários canais de televisão e jornais foram excertos de comentários relacionados com polémicas da actualidade, como a reposição das 35 horas semanais no sector público. Aqui fica um exemplo de que vemos apenas o que nos querem mostrar, com a selectividade de quem decide o que está e o que não está na ordem do dia.
Mesmo não aparecendo na televisão, a mana sabe (e sente) que temos todos muito orgulho pela sua dedicação e entusiasmo! Muitos parabéns maninha, os teus "meninos" são mesmo uns privilegiados. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O milagre chamado Constança José

Wooowwww

Quando a morte espreita...