35 anos: sejam bem-vindos!

Este ano é especial. Foram os 10 anos do Simão, os 95 da Avó Luz, os meus 35! Ainda estão por vir os 40 anos do Hugo e os nossos 10 de casados e ainda o 7.º aniversário da Constança e o 5.º da Carlota. São números "redondos" que marcam de forma diferente, ou antes, que gostava que ficassem marcados nas nossas vidas. 
Sinto-me hoje uma pessoa realizada, no plano profissional mas acima de tudo na minha vida pessoal. Se é tudo perfeito? Não, não é. Mas se me sinto feliz com o que tenho? Sim, muito feliz. Olho para as minhas filhas e sinto-me a rebentar de amor, de orgulho, de alegria. Penso na família e amigos, que tanto me mimam e me fazem sentir especial, e tenho a certeza que sou uma pessoa abençoada. 
Entrei nos 35 anos longe da família, que é um pilar fundamental na minha vida, mas na companhia do meu núcleo duro e a realizar tantos sonhos: o meu, de festejar 1 aniversário em viagem; o delas, de viajar de avião e conhecer outro país/cidade; o nosso, de fazer uma viagem em família, a 1.ª de muitas! 
Viajar dá trabalho e muita despesa, requer preparativos, organização, tempo e esforço físico mas dás-nos a melhor das recompensas: faz-nos sonhar! Alarga horizonte, leva-nos a experimentar coisas diferentes, a olhar para o mundo noutra perspectiva, tira-nos da rotina e mostra-nos vidas diferentes das nossas. Outros modos de vida, outros estilos, outra língua, outro ritmo, outra cultura. 
De entre outras coisas essenciais, viajar faz parte da "educação" que ambicionamos dar às nossas filhas. Que cresçam a perceber que há mais mundo para além do que conhecem; que há outras forma de viver a vida; que há tanto por descobrir quanto a sua curiosidade quiser alcançar. Não temos um nível de vida que nos permita viajar com a frequência que gostaríamos ou para todos os destinos que imaginemos, mas na medida que nos for possível, vamos querer repetir a experiência. Acreditamos que é este tempo em família e este tipo de vivências os melhores presentes que lhes podemos dar. Uma herança de histórias e aventuras que esperamos deixar gravado bem fundo nos seus corações. 
Londres foi destino repetido para mim e para o Hugo, mas a escolha perfeita para a nossa 1.ª viagem em família, pela distância e pela possibilidade de ficarmos em casa de amigos. Foram sem dúvida 4 dias intensos, com tanto para guardar! Partilho algumas fotos que ilustram bem o quanto fomos felizes nesta aventura em terras de Sua Majestade.

#1 - O 1.º voo destas pequenas foi ocupado com pinturas e desenhos. Gostaram de andar de avião mas sem nenhuma excitação especial... depois de 5 minutos perceberam que a paisagem não muda e que ficar sentadas mais de 2 horas não tem assim tanta graça - e contra factos, não há argumentos!



Programa da tarde: sair em Paccadilly e passear pela Regent Street. Claro que a maior loja de brinquedos do mundo foi a preferida... 2 horas na Hamleys e saíram sob chantagem!



#2 - Dia dedicados aos museus. Museu de História Natural e Museu das Ciências ficam no mesmo quarteirão e são daqueles sítios em que uma pessoa se perde, no tempo e no espaço! Melhor de tudo, são gratuitos - como a maioria - e muito interactivos, o que faz toda a diferença para as crianças!


A Constança descobriu outro hobbie, para além do desenho e da pintura, agora é a vez da fotografia!


Chegaram à conclusão (óbvia!) de que nem as 2 juntas conseguem bater o peso destes animais :)

Carlota: mãe, tira foto para o Tio João ver eu e o leão!!!

Na exposição especial sobre o desenvolvimento da vida humana!




#3 - Dia de passeio à turista, com visita à loja-museu dos M&M e viagem no Bus vermelho que passa por toda a cidade. Depois de 1 dia inteiro nos museus e com a chegada da chuva, foi mesmo a melhor solução. À noite jantámos em Convent Garden, no italiano Franco Manca, onde aconteceu magia...











 #4 - Deixámos a London Eye para o último dia e não desiludiu! A vista é impressionante, vale mesmo a pena. Depois seguimos para o passeio de barco, no rio Tamisa, que mostra outra perspectiva dos dois lados da cidade, com um guia turístico cheio de humor britânico! Muito giro. Seguimos para a zona do Borought Market para um brunch como manda a tradição num dos The Breakfast Club. Maravilhoso!!! No final as miúdas foram com os amigos para casa e eu e o Hugo aproveitámos para um passeio a dois (que soube pela vida!!!) com destino a uma das lojas de sonho do Hugo - um café/loja/oficina/show room de motas modificadas! Parecia uma criança num mundo encantado... mas mesmo para quem não seja verdadeiro aficionado, vale pelo espaço! Mesmo giro, sem dúvida a melhor forma de nos despedirmos desta cidade com tanta vida.

Na London Eye - ou roda gigante como dizem as miúdas. A alegria da Constança foi contagiante :)




No passeio pelo Rio Tamisa.



No nosso almoço de despedida!


No nosso passeio a dois, em Old Street - The Bike Shed



No meio das 500 fotos, penso que estas fotos são um bom resumo das nossas mini-férias. 
Obrigada aos amigos Ricardo e Isadora por nos receberem tão bem; por me terem proporcionado os primeiros parabéns surpresa da minha vida; por terem ficado com as nossas miúdas para eu e o Hugo conseguirmos um passeio a 2; acima de tudo, por existirem na minha vida! 
E obrigada também a todos os outros amigos, que mesmo longe, me deram um banho de mensagens de parabéns e me deixaram a rebentar de alegria. Dizem que a felicidade não se explica... concordo, é para ser vivida!!! 


Comentários

Sandra disse…
Parabéns maminha! Que Deus permita que vejas realizado todos os teus sonhos...
Amo te muito

Mensagens populares deste blogue

Parabéns maninha!

A mãe disse

Picnic dos Amigos