Lobita do meu coração

A Constança pediu para ir para os Escuteiros. Assim do nada, sem histórico na família, nem nenhuma amizade especial que a tivesse puxado. Foi uma espécie de chamamento que nos surpreendeu a todos mas que aos poucos, à medida que nos vamos todos envolvendo - porque quando se tem 1 pessoa da família nos escuteiros, toda a família é "arrastada" - tudo vai ganhando sentido e começa a encaixar na forma de ser e de estar da Constança, ou melhor, a Lebre no seu bando dos Lobitos. 
Confesso que desconhecia por completo toda a mística, simbologia e rituais dos escuteiros por isso quando na reunião de "conselho de pais" começaram a falar dos preparativos para a Promessa - esse grande momento - demorei a processar todas as instruções... foi um fim-de-semana totalmente dedicado aos escuteiros, com encontro para ensaios durante o dia de sábado, velada de armas no final do dia, jantar e dormida para os pata-tenra para que no dia seguinte se sentissem preparados e em pleno para receber o seu lenço, símbolo de pertença oficial ao bando, aos lobitos, aos escuteiros. 
Foi "Da melhor vontade" que a Constança assumiu este compromisso, de coração cheio e em plena consciência de todos os passos que foram preparados ao pormenor. Escolheu para padrinho o amigo Sardinha, de forma completamente independente e inesperada (até para o próprio!), decorou as leis e tudo o que havia para saber na ponta da língua sozinha pelo que passou o teste oficial, com a Àquêlá - a chefe da alcateia - com mérito e distinção! Captou o espírito das cerimónias de uma forma tão entusiasmada que me deixou de coração apertado - de orgulho, de surpresa, de emoção, de alegria! Até porque pensando nas Máximas, encaixam mesmo na perfeição:
O Lobito pensa primeiro no seu semelhante.
O Lobito sabe ver e ouvir.
O Lobito é asseado.
O Lobito é verdadeiro.
O Lobito é alegre.

O convite que preparei para a família

A insígnia que recebeu na velada de armas e que cosi para a Promessa :)

A Lebre com o seu padrinho Sardinha - que ofereceu não só o lenço, como a anilha e a insígnia!

O almoço que antecedeu a missa das Promessas, com a família Peres reunida!

Os futebolistas da família que estiveram ausentes na missa mas muito presentes no espírito ;)

A segurança e entusiasmo na resposta ao "chamamento"

Os pais e a mana na entrega... (comigo já de lágrimas...)

A receber o lenço!

Os Lobitos!

Com as madrinhas depois de ter sobrevivido à "praxe" do corredor dos lenços
Foi das madrinhas que "herdou" este apelo pelo Escutismo (sem nunca termos falado disso - mais uma não-coincidência na nossa vida!)

Com os pais babados!

Com o padrinho!

Com os avós

As madrinhas a reviverem a sua época de escutas, cheias de nostalgia e a vibrar tanto como eu com este dia especial na vida da nossa menina

Falta com com os tios Ana e André e primo Matias que fizeram questão de estar também neste momento especial das nossas vidas!

Para os curiosos que queiram saber mais sobre esta grande aventura do escutismo, aqui fica tudo explicado: https://escutismo.pt/seccaoi/lobito/lei-e-promessa/lei-e-promessa:1480

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dia Mundial da Doença de Parkinson

Parabéns maninha!

O milagre chamado Constança José