Está um santo para cair

O Hugo pôs o jipe à venda. É isto. Tão impensável que parece que teve uma epifania. Depois do último passeio disse que o ia fazer mas achei que era mais conversa do que outra coisa. Não era, a prova está aqui, no anúncio do Standvirtual. Confesso que agora que parece que pode acontecer até fico meio nostálgica porque a verdade é que o jipe está connosco desde o verão em que casámos. Fizemos viagens bem giras nele e as miúdas adoram passear de jipe. Mas a verdade, e sendo racional e práticos, nos dias de hoje é um luxo - é um carro que não precisamos, que usamos muito pouco e que dá despesas fixas, como selo, seguro, inspecção. Já para não falar nos devaneios, que ao longo de 8 anos foram acontecendo com alguma ocorrência, muitos dos quais só me apercebi ontem quando li os extras todos que o jipe tem! Quando o comprámos estava todo de origem, cor de vinho e branco, nada a ver com a aparência gira que tem agora. Foram 8 anos de investimento, com muito esforço, com muita dedicação e por isso percebo a relutância do Hugo em desfazer-se de uma coisa que lhe deu tanto trabalho, mas também tanto gozo. Mas a vida é mesmo assim e temos de ser pragmáticos, sem ficar presos ao que gostaríamos que fosse. A realidade é que a vida que temos não tem espaço (nem logístico nem financeiro) para ficarmos sentimentalóides com bens materiais. Já o aproveitámos muito e bem, agora está na hora de ir fazer feliz outra pessoa, outra família. Bons passeios!!!

Cabo da Roca - 2007


Barragem Castelo de Bode - 2008

Ericeira - 2014

Verão 2015

A regressar de um passeio

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque é preciso haver quem faça

Estamos prontas!

Os amigos são a família que escolhemos