A nossa Páscoa

Desde sempre que domingo de Páscoa é sinónimo de almoço de família. O sítio varia, em função do estado do tempo, da disponibilidade e das referências de que nos vamos lembrando mas o local é de longe o menos importante. Conta o estarmos juntos, o passeio e o convívio em família. Este ano a mana Andreia ficou de coração partido (e nós também) por ter de colocar a sua função de mãe em 1.º lugar, dadas as obrigações que um jogador federado tem de cumprir. É simplesmente ridículo que se marque um torneio de futsal em pleno fim de semana de Páscoa, nisso todos concordamos, mas se a pessoa se compromete, se faz parte de uma equipa, então tem de cumprir, custe o que custar - aqui também todos estamos de acordo. Mas a ausência da ala Peres Guerreiro foi mesmo a única coisa que falhou nesta Páscoa porque quanto ao resto foi simplesmente perfeito. Saímos com ideia de almoço com vista mar, para os lados de Sintra/Ericeira mas constatámos que não fomos os únicos... pelo trânsito da nacional rapidamente mudámos de planos. Por forças das circunstâncias fomos parar a Mafra, que acabou por ser a melhor das escolhas tanto pelo almoço como pelo passeio. Já não visitávamos o parque ao lado do Convento há uns quantos anos e a verdade é que a ligação à natureza, ao ar puro e ao encanto do campo são maravilhosos. Soube tão, mas tão bem!!! Terminámos o dia no terraço lá de casa, que por mais voltas que se dê acaba por ser o sítio de eleição das miúdas, para depois irmos à missa de Páscoa. Fiquei cheia de orgulho de ver a Constança entrar na igreja e procurar o banco da frente, de ficar a missa toda atenta e a tentar acompanhar cânticos e orações. A Carlota a tentar seguir o exemplo da mana e da prima mas ainda com alguma dificuldade de concentração... o importante é que com maior ou menor sossego, gostam de ir à missa, seguem a educação e o exemplo que também eu tive e desde cedo experimentam a alegria da Ressurreição.









Mesmo longe, estamos sempre juntos :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parabéns comadre e amiga Inês

Porque é preciso haver quem faça

Os amigos são a família que escolhemos