Há prioridades na vida

Ontem, estava ainda a arranjar-me para sair de casa, recebi um sms de uma amiga a avisar que não havia metro na linha azul - circulação interrompida por tempo indeterminado. A pessoa fica logo sem vontade de sair de casa!!! Mas lá fui, ainda na esperança que no tempo entre sair, deixar as miúdas na escola e chegar à Pontinha ficasse tudo normalizado. Mas, óbvio, que não ficou e a alternativa foi ir de autocarro até Telheiras, apanhar o metro linha verde, trocar no Campo Grande para a amarela e chegar, passada mais de 1h, finalmente ao Marquês. Percurso que todos os dias faço, directo na linha azul, em 20 minutos (quando corre tudo bem - o que ultimamente tem sido uma raridade...). Enfim, demorei mais tempo mas cheguei, sem ar afogueado que ninguém morre se chegar 45 minutos depois (que até por acaso coincide com a hora habitual de chegada da grande maioria). 
Chegou a hora de saída e parecia cena de filme, como se o tempo voltasse atrás... toca o telefone, chamada da mesma amiga da manhã a dizer que a linha azul estava, pasmem-se, outra vez sem circulação. Alternativa óbvia, apanhar um táxi! Ainda consegui dividir a despesa com a amiga, que veio ter comigo ao Marquês e que também estaciona na Pontinha, que se fartou de rir com o meu raciocínio: a pessoa para chegar ao trabalho não corre, já para ir para casa... voa!
lettering design: home is where the heart is // happily.letter.after

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parabéns maninha!

A mãe disse

E de repente...