O meu pai tem a doença do Papa

A vida é mesmo assim. Tem coisas boas e coisas más e as doenças/problemas de saúde são sempre recebidas com uma dor na alma. Tínhamos as nossas suspeitas mas até recebermos um diagnóstico médico garantido estamos sempre numa espécie de negação... a verdade dura e crua chegou na consulta de hoje: o meu pai tem doença de Parkinson. A 1.ª reacção é sempre negativa, o pensar que não merecia, que vai ser complicado, pode trazer incapacidades e sobretudo perda de qualidade de vida. Depois vem a fase do pensamento positivo: não é o fim do mundo, não é uma doença que não tenha tratamento (como aliás ainda acontece infelizmente em tantos casos) e agora que tem diagnóstico certo, vai começar com tratamento/acompanhamento adequado que garante que a progressão da doença seja muito lenta de modo a garantir uma vida normal e sobretudo com qualidade.
Decidi partilhar porque acho que os tabus só pioram as coisas e atribui uma carga ainda mais negativa a tudo. Agora é enfrentar o problema de frente, como fazemos sempre, como sempre fomos ensinadas a fazer e apoiar o nosso querido pai da melhor maneira que sabemos: rodeá-lo com o nosso amor total e incondicional.

*O Papa João Paulo II tinha doença de Parkinson e viveu com a doença muitos e bons anos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Natal é Natal

Calendário Advento 2017

Na hora do adeus...