Tão verdade

Ela chama-se Line Severinsen e apresenta-se como uma mulher loira, sorridente, de cabelo atado e com um bebé ao colo… a bolsar no seu ombro. A ilustradora norueguesa já passou duas vezes por essa dicotomia que há em ser mãe: o lado romântico da maternidade, aquele das roufenhas pequenas e dos miminhos; e o lado caótico da gravidez, repleta de pontapés e sacrifícios. Notícia completa AQUI

Com algum exagero, mas nada longe da verdade. Revejo-me com a maioria mas se tivesse de escolher as que mais me marcaram, seriam estas 2 - um espelho do que senti, das 2 vezes que estive grávida. Verdade verdadinha.

A expressão "parto normal" para mim foi inventada por um homem. Me-do!

O primeiro pontapé ou as "borboletas" na barriga parecem toques de magia no início, mas quando nos prende a respiração... é tudo menos maravilhoso!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Porque é preciso haver quem faça

Estamos prontas!

Os amigos são a família que escolhemos