18 anos

Pode dizer-se que o nosso namoro atingiu a maioridade. Faz hoje 18 anos que começámos a namorar. Foi no verão de 1997, (tinha eu 15 anos, ele 20), que num passeio ao Cabo da Roca os nossos olhares se cruzaram pela primeira vez. Depois disso já nunca mais nos largámos assim de vez. Uma visita de fugida aqui, um encontro ocasional ali, uns lanches combinados... até que chegou o dia 11 de janeiro e me convidou para ir ao jantar de aniversário da mãe. Foi buscar-me a casa e quando chegámos apresentou-me como namorada. Lembro-me como se fosse hoje da surpresa, da emoção, da sensação que afinal ia ser a sério. Tão a sério que já lá vão 18 anos, com tanta coisa para recordar, com momentos de pura alegria, outros de tristeza extrema. Quis o destino que entrasse na vida do Hugo precisamente no ano em que perdeu a mãe. Passados 3 anos foi a vez do pai e por isso os nossos primeiros anos de namoro foram tão intensos, tão íntimos, tão cheios de tudo. Serviram de base para uma relação tão profunda que não se explica. Também passámos por momentos de dúvida e incerteza... mas conseguimos superar as nossas diferenças e juntos formámos a família que somos hoje, da qual muito nos orgulhamos. Agora que os tempos da adolescência e da fase do armário passaram, estamos prontos para encarar a vida adulta cheios de energia, pragmatismo, seriedade, tranquilidade, cumplicidade e muito amor. 


Comentários

Mensagens populares deste blogue

E de repente...

A mãe disse

Madalena e as suas Fadas Madrinhas