A mãe é que sabe

Entre o bonito e o prático, escolho sempre o prático. E isto aplica-se a tudo, incluindo o cabelo. Sempre que se fala em cortar há discussão lá em casa. Elas dizem sempre que não, querem deixar crescer tanto como a rapunzel e o pai concorda. Argumentos como a seca do lavar, pentear, desembaraçar, secar que nunca mais acabam + o apanhar, que solto para a escola é mesmo pedir piolhos na certa... mas não há argumentos que me valham e parece que se trata de preguiça minha ou trauma de infância! Verdade que sempre tive cabelo no máximo pelos ombros, pelo menos até ao fim do 1.º ciclo e houve 1 ano em que reinou a moda do cabelo à tigela mesmo nas meninas... mas a sério que não me vingo nas minhas filhas! A ideia é simplificar a minha vida e a delas! Quando tiverem idade para cuidar dos seus longos cabelos de uma forma autónoma, aí não me vou opor, mas até lá prevalece a decisão de mãe, que é quem cuida (o pai dispensa sempre a parte do apanhar!) e quem sabe sempre o que é melhor para as suas filhas. E isso ninguém discute!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parabéns maninha!

Aos avós lá de casa

A mãe disse