Reclamação - Metro de Lisboa

Só quem anda de metro perceberá o verdadeiro tom de desespero destas reclamações. Já perdi a conta dos e-mails que enviei, com conteúdo muito semelhante embora escritos em dias diferentes. Estou simplesmente FARTA! A quantidade de desabafos e reclamações que todos os dias ouço faz-me sentir ainda mais irritada porque o tempo passa e a situação só piora. Hoje dizia uma senhora, já com alguma idade e com grande sabedoria, que o mal é que nos habituamos a tudo. Mas BASTA! Não temos de nos habituar a pagar sem reclamar, nem tão pouco a aceitar serviços sem qualidade mínima só porque sim. Querem uma cidade com menos carros e não têm transportes a funcionar?! Querem atrair turistas e ser uma cidade na moda mas oferecem um serviço de transporte miserável?! Querem garantir a sustentabilidade da empresa, com o aumento do valor dos passes todos os anos, sem qualquer investimento/garantia de qualidade no serviço que prestam?! Querem aumentar a rede do metro, sem assegurar que a actual funcione dentro dos padrões mínimos de qualidade?! Se ainda ninguém vos disse, digo eu: assim não vão lá! 

Reclamações Metropolitano de Lisboa 

Boa tarde,

Há anos que utilizo todos os dias, nas deslocações casa-trabalho e trabalho-casa, o metropolitano de Lisboa, linha azul (Pontinha - Marquês de Pombal) e nos últimos tempos as situações de "perturbações" têm sido constantes e sistemáticas, coincidindo com as horas de ponta quer da manhã, quer no final do dia. Todos os dias as viagens têm sido feitas com as carruagens em completa sobrelotação, com situações de risco e de tensão entre passageiros a serem também cada vez comuns. 
Como utente considero lamentável o arrastar desta situação, que mês após mês se tem agravado, sem nada (pelo menos visível) se fazer. Fico com a sensação que tal como na questão dos incêndios, se espera que aconteça alguma desgraça para serem tomadas medidas concretas!

É crescente e palpável (muitas vezes audível) o desespero de todos os passageiros, que continuam utentes apenas por falta de alternativas! Não existe nenhuma qualidade nas viagens nem o mínimo conforto ou até segurança... e isto em dias "normais", já para não falar das situações pontuais como os jogos de futebol que tornam o acesso e as viagens verdadeiramente surreais. 

Sei que a este e-mail receberei uma resposta "formatada" mas ainda assim, como utente e como cidadã, tenho o direito e o dever de defender o que considero ser o assegurar de serviços com os mínimos de qualidade.

Com os melhores cumprimentos,
Telma Peres

****

Reclamações Direção Municipal de Mobilidade e Transportes da Câmara Municipal de Lisboa  

Ao cuidado da Direção Municipal de Mobilidade e Transportes da Câmara Municipal de Lisboa,

Venho por este meio apelar para que medidas urgentes sejam tomadas no funcionamento do Metro de Lisboa. Sou utente há vários anos e apesar de algumas falhas ocasionais e de vários pontos a melhorar, nunca - repito NUNCA - o estado do serviço foi tão mau. 
Os tempos de espera são cada vez maiores, entre 5 a 12 minutos e plena hora de ponta (8h30 - 18h30), o que leva a que a concentração de passageiros se encontre num estado que supera a mera sobrelotação. A título de exemplo, na linha que utilizo diariamente (azul), raramente se consegue entrar no 1.º metro, na estação de Marquês de Pombal no regresso a casa - quando o tempo é contado e à justa para ir buscar as minhas filhas à escola. Quando se consegue finalmente entrar é à força de encontrões e apertos que vão para lá do aceitável... o cenário durante a manhã não tem sido melhor, beneficiando do facto de entrar na Pontinha, que apesar de ser uma das estações de início de linha, não garante uma viagem tranquila - raramente há lugares disponíveis e à medida que as estações avançam deixa de ser sequer possível que mais passageiros entrem. 
O estado de tensão vividos nestes percursos tem sido intenso, pelo arrastar desta situação que há muito deixou de ser pontual. Os pedidos de desculpa fornecidos pelo empresa são tão constantes que o raro já é não haver perturbações em alguma das linhas... 
O envio de reclamações para a empresa não tem qualquer efeito e este é um sentimento partilhado por todos os utentes que conheço, por isso envio este e-mail na esperança que esta seja uma forma de alerta para uma situação que se torna explosiva à medida que o tempo passa. Os utentes estão num estado de nervos brutal, com discussões e apertões que ultrapassam as boas maneiras, para já por mais do que uma vez resultou em situações perigosas para todos os passageiros que pouco ou nada podem fazer... 
Vivemos tempos em que o estado de direito tem sido posto em causa, seja nos incêndios, seja com o recente surto de legionella e é lamentável perceber que o comum cidadão se encontra cada vez mais exposto, menos protegido... espero que não seja preciso acontecer uma tragédia também no Metro de Lisboa para depois serem tomadas medidas concretas que resolvam este problema que afeta a mobilidade de toda a cidade! Andamos tão focados em atrair turistas quando depois as condições básicas de mobilidade na cidade simplesmente são uma vergonha... já para não falar do simples utente, que todos os meses paga o seu passe para ser sujeito a um serviço que há muito deixou de garantir uma qualidade mínima!

Despeço-me na (vã) esperança de não receber um e-mail de resposta-tipo, onde garantem que a situação será avaliada mas sem que nada de concreto aconteça.

Com os melhores cumprimentos,
Telma Peres

Depois dos e-mails vou criar um grupo dos Utentes descontentes do Metro de Lisboa e acredito que não será preciso muito para conseguir forte adesão, tendo em conta o volume de reclamações no Portal da Queixa - http://portaldaqueixa.com/marcas/metropolitano-de-lisboa-e-p-e 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Dia Mundial da Doença de Parkinson

Parabéns maninha!

O milagre chamado Constança José