De Piódão a Penela. De Penela a Coimbra

Os planos eram ambiciosos para apenas 2 dias de aventura, mas graças a uma organização antecipada... conseguimos cumprir expectativas, diria até superá-las. Viajámos sem nenhuma recomendação ou conhecimento das zonas por isso a descoberta foi total. Começámos por conhecer Piódão, uma aldeia no meio do nada, difícil de encontrar para turistas como nós, confiantes nas coordenadas do iPhone, mas sem prever que a ausência de rede nos deixasse precisamente sem rede! Recorremos ao método antigo, perguntando sempre que nos cruzávamos com viva-alma e, depois de muitos km's lá demos com o destino e percebemos que valeu a pena todas as encruzilhadas. Pena o estado do tempo não ter ajudado a uma visita mais demorada, mas tanto a breve visita como o almoço deixaram boas memórias e algumas fotos para recordar a aventura e descoberta. 
Partimos depois direitos ao Hotel, situado em Penela e encontrado no meio de tantos outros no Booking. Fica a recomendação para quem viajar por aquelas bandas porque desde a simpatia, às condições, ao conforto e sossego... para mim 5 estrelas! Acho que fazer check-in a um domingo também deve ajudar a uma experiência TOP porque nos sentimos os únicos hóspedes, com piscina interior só para nós! Escusado será dizer que foram precisas várias tentativas para tirar as miúdas da água, a tempo ainda de uma exploração pelo centro histórico de Penela. Impressionante como uma localidade pequena e da qual nunca tinha ouvido sequer falar tem tanto para oferecer a quem a visita! A registar a visita pelas muralhas do Castelo e o jantar no restaurante D. Sesnando, onde provámos uma das especialidades Bacalhau na Telha - simplesmente divinal! Mais um sítio onde não me importava de voltar no mínimo 1x por semana!!! Depois de um jantar delicioso, o passeio a pé pelo centro foi obrigatório, não só para ajudar à digestão como para aproveitar um inicio de noite que compensou o tempo invernoso do dia. 
Depois de uma noite super tranquila e muito confortável, também o pequeno-almoço esteve à altura com tratamento VIP aos únicos hóspedes madrugadores - nós. Depois lá partimos em direcção a Coimbra para a tão aguardada visita ao Portugal dos Pequeninos. Sinceramente não tinha memórias da minha visita de infância, o que acredito terá contribuído para uma surpresa tão boa! Outro factor que ajudou muito foi a coincidência deste ano se celebrar o 75.º aniversário e por isso todo o espaço estar renovado, com direito a novas áreas como o jardim de chá com peças exclusivas da Joana Vasconcelos e até novas casas como a de xisto. Por isso, só tenho coisas boas a dizer. As miúdas, sobretudo a Constança, ficaram doidas!!!! Entraram em tudo o que era canto, exploraram todos os claustros, salas, escadas, pontes... e deliraram com a exposição da Barbie! Foi sem dúvida uma das visitas que mais gostei de fazer com elas, senti-las tão entusiasmadas, participativas, alegres... soube mesmo bem! O melhor presente que poderíamos ter proporcionado ao pai lá de casa. Para terminar em chave-de-ouro, uma visita à cidade de Coimbra, com direito a pick-nick à beira rio. Foram 2 dias que renderam mais do que muitas semanas de férias. Aqui ficam algumas fotos para sempre recordar e talvez para inspirar quem por aqui passa. 









Comentários

Mensagens populares deste blogue

Parabéns maninha!

A mãe disse

Picnic dos Amigos