O adeus custa sempre

O peixe da Constança morreu. Foi ela que percebeu que a Rapunzel não estava bem, a boiar de cabeça ao contrário... queria ir ao veterinário "eles conseguem salvá-la!" e foi difícil encontrar argumentos que me ajudassem a explicar-lhe que já nada havia a fazer... Ficou ali, abraçada ao aquário, a falar com a sua Rapunzel "gosto muito de ti... és muito linda..." Mas como nada acontecia resolveu fazer o que melhor sabe: desenhar:


É incrível a forma como se consegue expressar tão bem no papel! 
O primeiro desenho de cara triste. O primeiro adeus consciente...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Wooowwww

O milagre chamado Constança José

Quando a morte espreita...