De sorriso forçado a sorriso feliz (e agora de dentes serrados...)


Finalmente chegou o dia! Foram 2 horas de sorriso rasgado e sensação de alivio pleno. Mas só 2 horas porque quando voltei para colocar os aparelhos de contenção, toda a alegria se desvaneceu num ápice... o de baixo ainda vá, já o de cima exerce uma pressão que me deixou zonza logo na 1.ª tentativa. Diz que é para usar 24h sob 24h neste 1.º mês, tirar só mesmo para comer. Gradualmente o número de horas é suposto diminuir mas sem data definida para uma despedida completa (como ainda tenho de colocar implantes, só depois disso dará para avaliar). 
Ora, como a questão do encaixe dos referidos aparelhos de contenção está-me a custar horrores (talvez seja temporário, por estar mais sensível da remoção do aparelho e limpeza dos dentes), parece que estou a exercer tortura a mim mesma quando tiro para comer e depois volto a colocar. Ainda só aconteceu 2x (almoço e lanche) e só a canseira que implica está a deixar-me com os nervos em franja. Pelo meio já pensei comer uma bolacha mas ter de me levantar para ir à casa de banho tirar os aparelhos, vir comer a dita bolacha para a seguir voltar à casa de banho, lavar os dentes e colocar os aparelhos de novo (e sentir a pressão gigante que me deixa a cabeça a latejar)... perco logo a vontade de comer seja o que for! Neste momento, ainda com isto tudo muito a quente só me ocorrem 2 hipóteses, ambas com consequências nada boas: ou não os tiro nunca - e deixo de comer no próximo mês (mesmo sendo quaresma, não acho que seja capaz...); ou faço batota e arrisco-me a voltar à estaca zero e a ficar com os dentes todos tortos (e lá se vão quase 2 anos de esforço e investimento...). Enfim... talvez amanhã corra melhor, mas hoje... o que começou por ser um sorriso novo e feliz, está a deixar-me de dentes serrados...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O milagre chamado Constança José

Wooowwww

Quando a morte espreita...